sábado, 29 de março de 2014

SONHOS

Olhava para os lados,
Sentia a presença.
Podia perceber o toque,
Dedos trêmulos sobre a pele fresca.
Sorvia as fragâncias do ar cúmplice
De desejos e quereres.
A distância já não mais havia.
Estavam juntos 
Finalmente,
Juntos.
Pelo menos,
Até o próximo despertar.

sábado, 22 de março de 2014

VIDA

Da explosão do cinza nasceu o rosa,
Que se intensificou e deu lugar
Ao vermelho,
Que se misturou fazendo nascer o roxo,
Que se suavizou e permitiu a chegada do lilás,
Que se acalmou transmutando-se, pouco a pouco,
No azul,
Que pacificou até atingir o branco,
Que, em confronto com o negro, cedeu espaço 
Ao cinza...

sábado, 15 de março de 2014

IDA

Pela janela voaste.
No alto,
Olhando para trás,
Lançaste o beijo
Que secou minha lágrima.
Segui.
Sábia do inevitável.
Feliz com o imponderável.

domingo, 9 de março de 2014

CONTORNOS

Na nuvem escura
Vislumbro teu rosto.
Acompanho o vento,
Transformando contornos,
Fazer-te feliz.

quarta-feira, 5 de março de 2014

COISAS DE MULHER

Na invisível linha
Decidiu andar.
Atravessou, com destreza,
Altos precipícios e
Bravios mares.
Tinha a determinação
Por companheira de viagem.
Resistiu aos ventos ferozes,
Ao calor causticante do sol,
Às gotas frias da chuva.
Ansiava por chegar.
Avistou-o sentado na pedra
À beira-mar.
Sim, ele a estava esperando!
Vibrou à ideia que finalmente
Se teriam.
Diminuiu a macha.
Sentou-se no infinito vazio do ar
E adormeceu.
Queria estar bela e descansada
Para o encontro.
Afinal, a espera fora tão longa...
O que importariam mais alguns momentos?
Coisas de mulher...

segunda-feira, 3 de março de 2014

sábado, 1 de março de 2014

IMPORTANTE

Debochamos do entorno
E daqueles com vãs expressões ausentes.
Ainda somos os mesmos
Em desejo e intensidade.
Plenamente capazes de perceber e gozar
Nos pequenos choques disparados
Embaixo da elaborada carapaça cotidiana.
Seguimos nus, um para o outro,
Sorrindo dentro da ignorância banal de todos.
E isso,
É o que realmente
Importa.