sábado, 2 de julho de 2016

VALE?

Se fosse possível,
Valeria a pena.
Sentir o sentimento sentido
Com novo gosto.
Viver novos focos e enfoques,
Pois nada se repete, tal e qual.
Se fosse possível,
Valeria a pena.
Tento?

6 comentários:

Ivone disse...

Lindo poetar, cada momento é único, cada sentimento se bem vivido é tudo de bom, mas nunca nada é ou será igual, são as experiências da vida!
Também tento repetir algo que me foi tão bom, mas nunca é igual, não tem como ser!
Ainda bem que há as memórias, ah, essas são partes de nossas histórias!
Abraços querida Gisa!

Rogerio G. V. Pereira disse...

Tenta!
Tenta sempre!
O impossível é tão só e apenas
aquilo que ainda não aconteceu!

Anjopoesia Anp disse...

Verdade, tem situações que gostaríamos de vivê-los novamente, mas de forma diferente, gostei, beijos

http://sensibilidadeanavegarcompoesias.blogspot.com.br/

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Gisa. Há tempos que não nos lemos, mas registro que gosto muito do que escreve.
Creio que se tentar valerá a pena, salvo se já o tiver feito várias vezes e de nada ter adiantado.
Uma mesma história com roupagem nova, quem não quer?
Tudo de bom.
Beijos na alma.

Patrícia Pinna disse...

Boa tarde, Gisa. Há tempos que não nos lemos, mas registro que gosto muito do que escreve.
Creio que se tentar valerá a pena, salvo se já o tiver feito várias vezes e de nada ter adiantado.
Uma mesma história com roupagem nova, quem não quer?
Tudo de bom.
Beijos na alma.

Pedro Coimbra disse...

Vale sempre a pena tentar.
Boa semana