quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

CELA

As paredes de gelo impedem que eu escape
Estou exposta.
Pessoas vêm,
Observam,
Uns rápida e outros com mais vagar,
Mas todos vão embora.
Fico solitária a mercê do sol forte
Que foge entre as nuvens
Na teimosia de somente derreter a cela
Quando melhor lhe aprouver
Desde que seja
L
e
n
t
a
m
e
n
t
e.

12 comentários:

Marinha disse...

Deixe o sol derreter a cela, assim o melhor que há poderá dar cor à vida... l e n t a m e n t e.
Bjo e paz, amiga Gisa.

Tenho sentido tua falta, sabia? Espero que esteja tudo muito bem. Mereces estar sempre muito bem!
Outro bjo, presente ofertado pelo mundo virtual para essa construtora aqui.

Zatonio disse...

Preparei uma cela com todo o conforto para seu exílio,e vai curtí-la l...e...n...t...a...m...e...n...t...e. Beijo!

Luis Nantes® disse...

Humm!! Transmitirei calor humano para amiga se livrar logo dessa cela gelada...
Beijos

andrebdois disse...

Muito obrigado grande Gisa!!!
Ficou muito feliz que tenhas gostado :)
Mais feliz ainda pela forma que escreve seus comentários, adoro lê-los.
seus posts como sempre estão arrasadores.
congrats e mande sempreee!!
se bem que seu blog está mais que atualizado!! De onde vem tanta inspiração?? hehe
abração amiga

Carla Ceres disse...

Ah, querida, enquanto o sol demora, vá gelando um Champagne pra comemorar a libertação. Beijos!

Lufe disse...

A se esperar que o calor de fora quebre o nosso gelo, ha de se prever que isso só será feito muito l e n t a m e n t e ....

bjoca

Antônio Henrique disse...

lá fora existe uma luz que derrete o gelo.
olhah!
esquenta-te.

bjos...

aristo disse...

Gisa,

Boa tarde!
Retribuindo a visita que fez ao meu blog.
Muito bonito e interessante o seu também!
Estou te seguindo também.
Se quiser tb siga-me e sigo em seguida no twitter: @Tide_Monteiro.

Abs e sucesso a você.

Aristides Monteiro

Guará Matos disse...

Saia dela e venha!
Aqui no mundo é bem melhor.
Bjs.

JORDAS disse...

Retribuindo a sua passagem lá no meu cantinho.
Gostei desse lentamente que derrete a cela, como se fosse possível saborear cada sopro de liberdade.

Zé Carlos disse...

Gisa querida, estou com vontade de ir ao RS só para te levar para dançar ... Vamos?

Um lindo dia para ti, beijos do ZC

Por que você faz poema? disse...

A vida
os dias
seguem
l
e
n
tamente
nessa cela cotidiana.