quinta-feira, 16 de maio de 2013

CONFUSÃO

De origem no futuro
Caminhava ferozmente para o antes.
Buscava o porquê das coisas atuais
Que insistiam em se repetir
Todas as eras.

8 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Gisa, estou passando por aqui para deixar o meu abraço.
Tenhas um lindo dia. A temperatura baixou, mas que o coração continue quente.

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Gisa, essa CONFUSÃO que sabiamente você "poetou" é verdadeira.
Não sei se estou em sintonia com o seu pensamento, mas de tempos em tempos as coisas se repetem. Não estou bem lembrado agora a figura gerada pelo estudo matemático ou estatístico disso. Se não me engano, a evolução do mundo acontece graficamente como uma hipérbole (ou parábola...). Dentro desses conceitos exemplificaram as guerras mundiais, os fanatismos religiosos, as perseguiçoes, o terrorismo,..., e outros.
Muito bacana essa postagem
Grande beijo na minha inteligente amiga gaúcha.
Manoel

luís rodrigues coelho Coelho disse...

É realmente uma grande confusão viver no presente e olhando para trás.
Do passado apenas podemos colher uma lição , uma leve recordação.
A vida acontece todos os dias

Mar Arável disse...

... por vezes parar

para ver como se anda

heretico disse...

as coisas repetem-se tantas vezes como comédia delas próprias...

beijo

Rui Pingalouca disse...

Parabéns pelo seu espaço. Pela primeira vez tenho encontrado palavras que se relacionam com o interior de que as escreve de forma genuína! Gostei muito do seu blogue.

Ass: Rui Gerson

ANTONIO CAMPILLO disse...

Cierto, Gisa. Sin un futuro y mirando hacia atrás, no se encuentra nada similar en donde basar nada de lo sucedido.

Un fuerte abrazo, querida Gisa.

Andradarte disse...

Eu fujo das confusões....mas nem
sempre consigo..
BFS
Beijo