terça-feira, 17 de março de 2015

VOO

Pisando na areia,
Sentia a resistência do natural.
Difícil arte de seguir em frente.
Largou os cabelos ao vento
E voou.

2 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Voar é fácil
difícil é aterrar

Carmem Grinheiro disse...

Olá Gisa,
Apetece voar, que caminhar está difícil...

bj amg