quarta-feira, 27 de agosto de 2014

CORES

Na dança das cores o vermelho gargalha.
O azul, zen e discreto, espalha seu ar blasé pelo entorno.
Cheio de vida, o amarelo ilumina todos os pontos
Em que o preto, carrancudo, insistia em encobrir.
O branco, coberto de paz, tenta organizar a festa.
Desliza, com seu manto luminoso, e vai recolhendo,
Uma a uma das agitadas amigas coloridas
Recolhe-se à lua,
Até o próximo amanhecer.

7 comentários:

Silenciosamente ouvindo... disse...

Muito interessante a sua apreciação
sobre as cores. Gostei. Desejo
que esteja bem.
Um bj. e voltarei sempre que possa.
Irene Alves

Rogerio G. V. Pereira disse...

O que aconteceu?
O arco-íris adormeceu?

São disse...

Uma dança colorida muito agradável de bailar !

Sonhos arco-íris :)

Vieira Calado disse...

E as cores, como é óbvio, são vistas com os olhos de quem as vê...
diferentes...

E já agora:
Mais logo, às dez, vai ser apresentado o meu Circunciclo,
na Feira do livro de S. Paulo.

Beijinho para si!

Arnoldo Pimentel disse...

As cores têm vida em seus versos.Parabéns.

Ivone disse...

Que lindo o bailar e o adormecer das cores!
Amei ler!
Abraços apertados amiga Gisa!

Manuel disse...

Belo arco-íris de cores que dão brilho à vida