quinta-feira, 14 de agosto de 2014

PLANO PERFEITO

Dissimula teus olhos,
Que eu dissimulo meu sorriso.
Esconde teus planos,
Que eu escondo meus desejos.
Falseia tuas palavras
Que eu falseio minha compreensão.
Finge o teu descaso
Que eu finjo a minha indiferença.
Segue teu caminho
Que eu sigo a minha rota.
Ninguém se aperceberá quando
Desaparecermos, 
Praticamente indiferentes,
Na barulhenta multidão...

5 comentários:

Vanessa Palombo disse...

Parece que foi escrito pra mim...


Bom revê-la...

Bjos

wcastanheira disse...

Sempre um mimo andar por aquie curtir o deleite de cada poema, dxo pra guria beijinhos e beijinhossss

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Bom dia e uma boa semana
Parece que as pessoas hoje cultivam um pouco isto na vida pessoal.
Quando alguém finge ignorar-nos, logo temos uma resposta da nossa indiferença para com ela.
Foi um momento para meditar nesta madrugada.
Será muito melhor cultivarmos o sorriso e as boas palavras para todos quantos nos rodeiam.
Quem faz boa sementeira terá sempre o seu celeiro cheio para viver bem e repartir com os que vêm chegando famintos de amor, de paz e bem.

ANTONIO CAMPILLO disse...

Un juego en el que me gustaría entrar. Las verdades a medias y las medio mentiras socarronas y coquetas. Un mundo de picaresca que no es sino el revoloteo prenupcial de dos seres que se enfrentan y se abrazan.

Un cariñoso abrazo, querida Gisa.

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga boa noite hoje vim só para lhe desejar uma linda semana para você!
abraço amigo!
Maria Alice