sábado, 30 de agosto de 2014

DEVANEIO

Em voo rasante surgiu sobre o mar.
Mergulhos profundos lançou-se a dar.
Molhada, cansada, na praia feliz,
Fundiu-se c'a areia afinal, meretriz.

4 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Gisalindamiga

Quatro versos uns amores
na vida de qualquer homem
que a vida também tem dores
e o que é preciso é ser jovem

Prontos (sem s) venho aqui e encontro um poema tão belo e tão bom (o habitual) que até me atrevi a poetar...

Abç ao Eduardo, qjs às mininas, bjs da Raquel
Ah, quase me esquecia: um grandão para tu...

Espero por ti (como sempre) na nossa Travessa. E não te esqueças: no dia 20 deste Setembro a chegar = 73 anos. Estou velho...

Rogerio G. V. Pereira disse...

Hoje, quando cheguei
e foi muita a areia que tirei

é o que acontece quando se passeia
calçado, sobre a areia

(ignorava que lhe estavas fundida)

Flor de Jasmim disse...

Lindo Devaneio!

Boa semana Gisa e um excelente Setembro.

Beijinho e uma flor

Maria Alice Cerqueira disse...

Querida amiga
Hoje vim agradecer a sua linda visita ao meu cantinho.
Muito obrigada!
Uma linda e muito abençoada semana para você!
Abraço amigo
Maria Alice