segunda-feira, 1 de setembro de 2014

RECOMEÇADOS

As luzes corriam na beira da estrada.
Emoções ganhavam distância.
Sonhos, esquecimentos.
Nós...

3 comentários:

Rogerio G. V. Pereira disse...

Ninguém recomeça no ponto zero da memória...

(nem eu percebo
o que por vezes escrevo)

vendedor de ilusão disse...

Passei por aqui e, sinceramente, aprecei tudo o que vi e li; confesso que fui atraído por suas belas criações poética, tanto que já estou seguindo. Dê-me a honra e vá me visitar; espero você por lá.
Abraço e boa semana.

Paulo Francisco disse...

Recomeçar assim é muito bom
Um beijo grande