sábado, 7 de novembro de 2015

DIFICULDADES

Sentia-se vestindo a capa
Encharcada de lágrimas estocadas.
O pesado abrigo causava-lhe 
O frio sombrio do intenso inverno.
Difícil andar, difícil ficar.
Difícil ficar, difícil andar.
Difícil...

2 comentários:

heretico disse...

dias dificeis, mas atrás do tempo tempo bem!


beijo

AC disse...

Que faço eu aqui? Será isto que eu quero? E, se quero, que fazer?
As encruzilhadas fazem parte de nós, Gisa.
Gostei do seu reaparecimento, gosto sempre de pessoas autênticas.

Um beijinho :)