segunda-feira, 10 de setembro de 2012

CARRASCO

Hoje,
Quando menos se esperar,
Será ontem.
Vestido à força com os véus
Rotos do passado,
Suspirará a saudade do calor
Do tempo presente,
Figura sombria,
Onipotente senhor insaciável de horas,
Carrasco determinado
Dos sonhos limitados dos dias.

10 comentários:

Cloudy disse...

Jeder Tag ist ein Geschenk, Dein Blog in Wort und Bild bringt mir die Freude...

Lieben Gruß und Sonne im Herzen
CL

Caroline Godtbil disse...

Tempo, tempo, tempo... carrasco, sim, mas o senhor da razão...
Beijo.

Lucimar da Silva Moreira disse...

Nada melhor do que o tempo, o tempo é o melhor remédio, mesmo para aqueles que não gostam, Gisa importante reflexão, beijos.
http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com

Flor de Jasmim disse...

O tempo passa correndo, fica a dor da saudade dos rostos das vozes.
Boa semana minha querida amiga

Beijinho e uma flor

ANTONIO CAMPILLO disse...

Siempre los "trapitos" del pasado son "inspiración" para el presente.
¿Será por ahorro o por snobismo?
La verdad es que no entiendo muy bien quién es este Carrasco al que aludes.

Un fuerte abrazo, querida Gisa.

vieira calado disse...

O tempo é um carrasco, pois...

Bjsss

CHIICO MIGUEL disse...

Na verdade, você fez um pequeno grande poema sobre o tempo. Parabéns, amiga.
abraços

Vento disse...

o tempo é danado, hem?! :)))

subscrevo as palavras de Chiico Miguel.

beijo.

Lola disse...

Carrasco este tempo, sim.
Leva tudo....

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Hoje passando para oferecer o meu selinho de 3 anos de blogue,uma fatia de bolo e uma taça de champanhe e agradecer o vosso carinho que foi o que me fez chegar aqui.

Um beijinho com carinho
Sonhadora