sábado, 15 de setembro de 2012

PAZ

Tudo se ilumina.
O branco concorda
Em liberar todas as cores
Nele aprisionadas.
O som se organiza
E permite
Que a sinfonia surja.
O calor dá as mãos ao frio
Tornando a temperatura
Agradavelmente morna.
O vento vira brisa,
Fresca e animadora.
Ela sorri ao ver a felicidade
Entrar no recinto.
Tudo se harmoniza,
Finalmente.

6 comentários:

ANTONIO CAMPILLO disse...

Todo se ilumina, todo se armoniza.
Todo sucumbe al maravilloso espectáculo de todas las luces contenidas en la cotidiana luz blanca, única, siempre visible pero débil: se deja acariciar y aparecen sus mejores luces sólo con una lágrima.
Sensaciones en la piel que encuentran su justa temperatura, agradable, fresca, con un viento que juega con sus propios remolinos y acaricia como las manos de quien es amado.
Serenidad, paz y latidos de corazón sereno. Sensaciones de vivir.

Un fuerte abrazo, querida Gisa.

Ivone Poemas disse...

Que lindo Gisa, seus versos são harmonia, "...o calor dá as mãos ao frio...", ficando tudo morninho e gostoso,que bom!
Abraços linda poetisa!

D. Garcia disse...

A paz,
branca nuvem,
de branca pureza,
onde tudo se junta
e compõe um belo
verso de nobreza.

Linda poesia que fala daquilo que tanto buscamos e quando a encontramos, não nos damos conta do recado.
Aqui encontrei a paz e vou ficando.
Abraços e ótimo dia!
Daniel.

Paulo Sotter disse...

Há momentos em que todas as forças conspiram a favor e tudo se harmoniza. Que as retinas saibam capturar esses momentos e eternizá-los. Ótima semana. Um abraço

Palavras disse...

Oi Gisa,

voce mudou a sua foto,legal! Assim te conheço um pouco mais!

Resumindo a sua obra numa palavra só: Harmonia.

É tudo que precisamos.

Beijos Gisa, ótima semana

Leila

OceanoAzul.Sonhos disse...

Saudades de te ler querida Amiga...

beijos
cvb