domingo, 23 de setembro de 2012

RECADO

Disseste-me esquecida,
Não sou.
Lembro cada detalhe
Daquilo que és, daquilo que sou e daquilo que somos.
Vejo-te amanhecer e entardecer
Em silêncio,
Pois a beleza está oras na claridade no sol
E oras na névoa da lua.
Digamos que ando na ...
Lua nova
A te espreitar.
Quando menos esperar,
Ataco!
Espera...

6 comentários:

La sonrisa de Hiperión disse...

Un placer haberme pasado de nuevo por tu casa.



Saludos y un abrazo.

Rui Pascoal disse...

Ainda bem que avisas...
:)

Rogério Pereira disse...

A memória
só por si é coisa pouca
Depende do que pretendes
fazer com ela
Recebi o recado...
Fico à espera...

ANTONIO CAMPILLO disse...

Deliciosa pequeña jaguar que espera para saltar sobre tu amado, que hiciste creer que habías limado tus uñas.
Escudriñas el amanecer y el atardecer para vigilar el mejor momento para ese encuentro que deseas y quieres que desee.
La luna nueva, con la oscuridad silenciosa de la noche es propicia para la caza... mayor.

Un fuerte abrazo, querida Gisa.

D. Garcia disse...

A vida não é outra coisa que não uma sucessão de brilho e sombra.
E o que alinhava isso tudo e faz do pisca-pisca uma história é o amor.
Recado dado. A espera não será em vão.
Lindo pensamento! Adorei!
Abraços e ótima semana! Daniel

ricardo alves / são paulo,brasil disse...

gostei!
leve e bem-humorado!