quarta-feira, 12 de setembro de 2012

VASO

No vidro embaçado,
Via a galeria de rostos se apresentar.
Cada um portava uma lembrança
Que recebia de imediato
E guardava no pequeno vaso de flores
Embaixo da janela.
Visões queridas e malditas
Desfilavam sem ordem,
Sempre trazendo uma emoção peculiar.
Após o último da lista,
Limpou a vidraça.
Regou com cuidado o receptáculo utilizado no ritual
Colocando-o no sol da tarde,
Sendo banhado pelos brilhos brancos da lua plena,
Durante toda a noite.
Aos primeiros claros da manhã,
Levantou-se rápido para conferir o resultado.
Feliz, verificou as flores coloridas que perfumavam todo ambiente,
Emitindo as energias recondicionadas
Das recordações puras.

7 comentários:

Cloudy disse...

Die Welt besuchen und betrachten, eine lange Reise braucht es nicht, denn mit einem Klick ins Land der Blogger hat man alles schnell im Blick...

Lieben Gruß und Sonnenschein
CL

ANTONIO CAMPILLO disse...

El vidrio es una morada para la luz. Es la casa de las mil luces si se refleja en él la luz blanca. Es un recipiente para la belleza y el color.
Cuando las flores se colocan en él, posee dos bellezas en un claro amanecer primaveral, la luz y las flores. Dos aspectos puros de la Naturaleza.

Un fuerte abrazo, querida Gisa.

Dilmar Gomes disse...

Amiga Gisa, lendo teu poema, lembrei de do grande Julio Cortazar.
Um abraço. Tenhas um lindo dia.

Flor de Jasmim disse...

as flores dão-nos alegria, as suas cores reflectem-nos na alma.

Gisa querida tenho estado afastada um pouco por motivos de saúde da minha mãe.

Beijinho e uma flor

Fê-blue bird disse...

Um vaso repleto de boas lembranças !
Cuida bem dele pois são flores preciosas.

beijinhos amiga Gisa

Nilson Barcelli disse...

As flores também se perfumam com as lembranças...
Belo poema.
Gisa, querida amiga, tem um bom resto de semana.
Beijo.

Mz disse...

Existem rituais que nos alegram a vida, e neste regam-se as flores e as multiplicam-se as emoções.

Que lindo é este Vaso!

Bjs