quinta-feira, 6 de junho de 2013

ATÔNITA

Feita em magma
Voou aos ares.
Precipitou-se ao solo,
Chuva vermelha e pulsante,
Desfazendo em cinza
O que era verde.
Tinha consciência
Da morte que carregava,
Mas nunca havia imaginado o seu destino.
Como rocha fixou-se no caminho.
Foi com tristeza que assistiu
O mundo a seu entorno
Recuperar as cores
E fazer que nunca
Percecera a sua passagem.

9 comentários:

Silenciosamente ouvindo... disse...

Só podia ficar atónita...
Eu também fiquei!
Beijinhos e desejo que esteja
bem.
Irene Alves

*Escritora de Artes* disse...

Profundo...

Bjos querida amiga

heretico disse...

um turbilhão de emoções - assim a vida.

beijo

Ricardo/águia_livre disse...

Bom dia ... Boa tarde ... Boa noite
Bonito blogue onde a harmonia das palavras se enlaça em frases perfeitas. Poema lindíssimo. Imagens maravilhosas. Gostei de ver e ler. Parabéns.

Gostava que visitassem o meu cantinho onde através de palavras e frases escrevo sentimentos.
Querendo, gostaria que se fizessem seguidos/as. Fica o meu agradecimento. Obrigado.

http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

********************
Já sou seguidor ... Prometo voltar

Linkei o endereço deste fantástico blogue, no meu ( Pensamentos e devaneios)
*****
Deixo cumprimentos
*

Andradarte disse...

É sempre um Belo Espetáculo para
Poeta eternizar.
Bfs
Beijo

Cidália Ferreira disse...

Olá.
Belo poema, gostei de ler..Gostei co cantinho..

Gostava que me visitasse no meu cantinho deixo o linke:http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Felicidades... já sou seguidora e lenkei o seu blogue ao meu..

Fê Blue bird disse...

Parabéns amiga por este poema que que revela a regeneração da terra.
Assim o interpretei.

beijinho

Cidália Ferreira disse...

Bom dia,Obrigada pela visita..

Fique feliz.

ANTONIO CAMPILLO disse...

No sé muy bien si te refieres al magma que es capaz de cambiar todo con su lava, Gisa. Si es así el cambio está asegurado. Todo será arrasado y convertido en polvo negro e irrespirable. ¿Serán así los sentimientos? ¿Serán así los cambios para que se produzcan hechos nunca previstos?

Un fuerte abrazo, querida Gisa.