domingo, 22 de janeiro de 2012

EXPECTATIVA

Digitou o código
A porta respondeu.
Entrou com cuidado.
Olhou todos os cantos,
Embaixo dos móveis,
Atrás das cortinas.
Nada.
Retirou-se.
Se ele desconfiasse do presente que o esperava
Já teria, há muito, solucionado o problema.
Mas enfim!
Sorriu, divertindo-se com a total ausência de percepção,
Esta não era a missão dela...
Seguiria aguardando.
Um dia, ele teria que decifrar o enigma.

11 comentários:

Inaie disse...

fiquei curiosa

Jorge Pimenta disse...

pandora e todos os códigos que não sabemos de cor...
beijinho, gisa!

AC disse...

Os enigmas têm sempre, no mínimo, duas vertentes, e ambas baseadas na expectativa: a do emissor e a do receptor.

Beijo :)

iglesiasoviedo disse...

Un día descifrara el enigma, seguira esperando?. Quizás lo que espera ya lo tiene, quizás no quiere verlo.
Sin miedo a nada.
Besos

Anne Lieri disse...

Nada como um suspense pra deixar todo mundo curioso!Criativa poesia,Gisa!Bjs,

Sérgio Pontes disse...

Eu cá gostei destes versos, um abraço

Rogério Pereira disse...

CÓDIGO ERRADO

A obra fora recente
por razões de segurança e de moda
mudara o prédio o sistema contra
a intrusão
Agora cada porta
valia por um portão
Ninguém entrava...
Nem ele
conseguia
entrar na casa que devia,
a sua
Podia entrar na casa do vizinho,
coitado...
E ele na sua, o código estava trocado...

Fê-blue bird disse...

Minha amiga, a expectativa esvai-se quando se decifra o enigma, o melhor mesmo é não o solucionar ;)

beijinhos

Flor de Jasmim disse...

Suspense que se mantem enquanto não é decifrado.

Beijinho ema flor

Cristina Lira disse...

E a sensação de mistério fica!!!

Lindo post...curiosa aqui..rs

bjos no coração minha amiga, Deus a abençoe e tenha uma excelente semana!

Fernando Santos (Chana) disse...

Belo mistério...Espectacular....
Cumprimentos