sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

EGOCÊNTRICA

Olho para baixo e posso vê-los
Um, dois, três, quatro, cinco
São azuis e baixotes
Todos correm na mesma direção, em fila indiana
Não vão a lugar nenhum
Ocupam-se de correr, em círculos,
Já estão até com labirintite os pobres!
Mas por onde correm?
Oras! Óbvio!
Em torno do meu umbigo!


(Agradeço à Lully - http://discoslivrosnadamais.blogspot.com/ - por me apresentá-los. Habitam o meu corpo há tanto e eu nunca havia percebido. Agora que eu sei que existem, vou  cuidar muito bem deles para que nunca me abandonem, pois compreendi que são eles os responsáveis por fazer com que o sol nasça só para mim todos os dias e que os pássaros cantem apenas para o meu deleite pessoal. Convenhamos amigos, tinha que ter um forte motivo para que o mundo girasse no meu entorno, não é mesmo?!)

14 comentários:

Jasanf disse...

Ai que delícia de poesia. Amo seus escritos! Tornei-me fã! Bjs e bom final de semana!

Jortas disse...

Correr e não ir a lugar nenhum.
Que delícia de caminhada. Livre como o vento e alegres como os pássaros que vivem sem preocupação.
Um lindo fim de semana.

iglesiasoviedo disse...

"Correr, alrededor de mi ombligo".
No se que decirte yo tengo muchas cosquillas y no se si lo soportare, jejeje.
Me ha gustado tu figurativo y sensible poema como los anteriores que has escrito. Soy un fan tuyo.
Un beso.

Vinicius.C disse...

E para que a pressa?

Eu não corro nem pelo ultimo doce do prato...(risos)

Um beijo meu amor e um exelente fds!

Nos encontramos no Alma!

Lully disse...

Minha vida seria tão pacata não fosse nossa convivência. Me conheceria muito menos, não fossem as perturbações que me causas. Quanto charme há nas tuas imperfeições!

No teu epitáfio vai estar escrito "VIVEU TUDO QUE PÔDE E MORREU CONTRARIADA."

Obrigada por ser MINHA amiga. Afinal, tb tenho meus entornos... hahahahahah
Te amo!
Até logo =)

dja disse...

hummmmm que lindaaaaa
beijos lindona
ótimo fim de semana.
carinho no coração.

Guará Matos disse...

Pois é, né, hahahaah!

Bjs.

Zé Carlos disse...

Gisa, vc percebeu o quanto sou seu fã e admirador mas hoje encontrei uma das explicações. No seu perfil li, gostas de Érico Veríssimo (o maior escritor brasileiro) e se for a TRILOGIA, já estará explicado.

Beijos menina linda, ZC

Ana Pe disse...

Gisaaaa!!!
Obrigada por suas visitas constantes ao meu insano blog, e é claro, de seus comentários. Gosto muito!
Eu tenho andado muito sem tempo e nunca mais visitei nenhum blog amigo... faço as minhas postagens muito cedo e chego tão exaurida em casa que, a última coisa que quero é sentar na frente do computador...
Um beijo grande!

Letícia Nunes disse...

hihihi
Azuis e baixinhos, prontos para servir!!

Gracinha de reflexão Gisa! Vc faz com que o sério torne-se leve e gracioso!

Bom final de semana! Beijinhos

Misturação - Ana Karla disse...

Também Gisa, gostei muito e achei que tem leveza nas palavras.
Bom sábado!
Xeros

Zé Carlos disse...

Garota querida, passei novamente para te desejar um bom dia e um maravilhoso final de semana. Beijão do ZC

Manoleritina disse...

Alrededor de mi ombligo!!! Es lo que hacemos muchas veces, mirarnos el ombligo!! Bienvenida y encantada!
Manoleritina.
Mila.

Jorge Pimenta disse...

serão de metal, pedra preciosa ou simplesmente de auto-satisfação? :)
um beijinho, gisa!
agradeço-te teres-me dado a possibilidade de conhecer a tua poesia!