sábado, 5 de fevereiro de 2011

PRETÉRITO IMPERFEITO

Havia uma trilha sonora
Havia um cenário
Havia dois protagonistas
Havia uma cena de amor
Havia, apenas havia
Havia?
Odeio a imperfeição desse pretérito!

16 comentários:

Guará Matos disse...

Então...
Para que tudo isso se em qualquer lugar se pode?

Bjs.

Leonardo B. disse...

[houve um tempo em que a imperfeição do verbo sonhou o tempo perfeito... essa onde haverá, senão nas linhas do coração?]

um imenso abraço, Gisa

Leonardo B.

JB disse...

Mas na imperfeição desse pretérito pode renascer um futuro mais que perfeito... há que reconstruir o presente!

Belo jogo no sentir das palavras!

beijinho

A.S. disse...

Na gramática do amor os verbos conjugam-se de forma diferente!...


Beijos, Gisa,
AL

Déya disse...

Eu também...
beijo querida.

AC disse...

Pois é, Gisa, há coisas que têm que ser perfeitas.

Beijo :)

Lully disse...

Todo pretérito é imperfeito, esperando reparações e repetições =)
Beijo, querida!

Arnoldo Pimentel disse...

Muito bonito o poema, apesar da "imperfeição do pretérito". Tem selos de presente pra você no meu blog, passe lá e pegue, beijos.

http://ventosnaprimavera.blogspot.com

César disse...

oi
não deveríamos, porém, trocar o havia-amor por há-ódio.
ou sim, talvez....pois humanos somos e tudo sentimos.
abraço

iglesiasoviedo disse...

Olvida el tiempo pasado de la imperfección.
Vive el presente con toda intensidad construyendo lo que sera el futuro.
Un abrazo.

Mundo da Lili disse...

kkk adorei o post!

Lufe disse...

Havia?
Há?
Haverá?
Que imperfeição....

bjoca

Zé Carlos disse...

Gisa querida, você aqui sempre foi o indicativo. Tão momentânea quanto a real mostra da vida.
Adoro vc

Vanessa Souza Moraes disse...

Há :)

http://vemcaluisa.blogspot.com/

Zatonio disse...

Haverá!

Jesús Molina Gimeno disse...

Muy bonito y original! un abrazo Gisa!