domingo, 20 de fevereiro de 2011

FOGOS DE ARTIFÍCIO

A luz apagou-se e começou a procura
Mãos percorriam o nada em busca do toque
Sorrisos invisíveis e palavras deglutidas,
Tentavam esconder as pistas
Calores em evidência tornavam-se densas pontes de energia
Véus luminosos dos olhares emaranhavam-se nos corpos,
Que nus, aproximavam-se a cada passo
Encontraram-se ofegantes em meio a
Feixes de eus explodindo,
Como fogos de artifício

14 comentários:

Carla Ceres disse...

Oi, Gisa! Gostei da ideia das pontes de energia. Você é surpreendente. Beijos!

Jasanf disse...

Quanta explosão há em seu texto poético. Pude visualizar todo o cenário que você construiu para seu eu-lírico, que tinha suas mãos em busca do do toque, já que percorriam o vazio, o nada... Bom domingo! Bjs Jasanf.

Leia depois:

http://lectandome.blogspot.com/2010/06/devolva-me.html

wcastanheira disse...

Guria, teu post tá tri legal tchê, um abelezura, descobri vc faz pouco porém já estou fcando viciado em andar por aqui, pra ti guria do tio Castnha bjos, bjos e bjosssssssssssssss

Lufe disse...

A sensualidade dos teus versos me faz ainda mais querer aceitar a proposta do negocio anterior....rsrs
Pra todo sempre?

bjoca

Zé Carlos disse...

Esses toques me fazem viajar, linda.
Palmas para ti, ZC

Leonardo B. disse...

[evocando o fogo artificial, na escura tinta da palavra... a palavra dentro da luz]

um imenso abraço, Gisa

leonardo B.

Julie disse...

Dulce, lleno de imágenes, hermoso tu fuegos de artificio. Me encantó. Besos.

Fernando Antonio Pereira disse...

Maravilha! Mesmo na escuridão pude ver toda a cena.
Abraços de Luz.

Marcélia Macidália disse...

Fazer amor pode ser tão intensamente poético!
Gostei muito daqui. Voltarei mais vezes. Um abraço!

SKIZO disse...

Maravilhoso
boas criações

Guará Matos disse...

Os toques... Ah, os toques são pura energia.

Bjs.

Vanessa Souza Moraes disse...

A alegoria de felicidade como fogos de artifício é muito boa.

Long Haired Lady disse...

essa é a explosão de vida!

Raíssa Molina, disse...

Muito bom, parabéns! São versos que conseguimos compreender facilmente e que esbanjam beleza :)