sábado, 20 de outubro de 2012

PRIMAVERA

O que havia ido para sempre
Voltou.
Nada como perceber a alegria
Do renascer.

7 comentários:

Flor de Jasmim disse...

Dificil voltar o que vai para sempre!
a Primavera quando vai, fica a esperança da sua volta, tal como a esperança que existe no renascer.
Bom fim de semana Gisa

beijinho e uma flor

ANTONIO CAMPILLO disse...

Renacer, querida Gisa, es volver de no se sabe dónde ni cuando.
Es el mejor estado que se puede vivir porque sin tener en cuenta ni principio ni fin se vuelve a iniciar un recorrido.
Espero que la primavera de la que disfrutas suponga un renacer tan potente como el revivir de las semillas.

Un fuerte abrazo, querida Gisa.

CHIICO MIGUEL disse...

Gisa, que poeminha curo de se curtir e de ser curtido. Parabéns. Passei e-mail.
É só para dar um alô, estou cansado de um trabalho que inicei desde ontem.
"Com os fios brilhantes dos teus olhos
Desbravas tu o céu como boa alpinista
Até o encontro de tua estrela escolhida".
Como será esse encontro?
Nada sério, brincadeira, brincando com tuas palavras, para ficar mais leve o papo de hoje.
Boa noite, querida - eu sei que sua estrela é a poesia e somos nós.
Abraços da mais pura amizade.
Chico

Filoxera disse...

Que bom!
Agora, toca a proveitar!
Beijos e votos duma boa semana, Gisa.

Ed Soares disse...

Amei estas linhas. Pequenas e diretas.
Me fêz lembrar de uma frase minha que formei a anos e que ainda hoje me serve como pensamento constante.

"Em todas as vidas terei sempre a minha. Em todos os mundos serei sempre eu" (Edmilson Soares)

Um forte abraço com o desejo de muita paz, sempre!

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Gisa, só quem já experimentou é que conhece essa alegria.
Beijo no coração
Manoel

*Escritora de Artes* disse...

Linda primavera que renasce como a gente...

Bjos querida amiga