sexta-feira, 2 de novembro de 2012

CONTIGO

Podes sorrir.
Sim,
É contigo mesmo.
Agora,
Lê devagar
Isso, assim,
Assim mesmo,
Bem devagar.
Ai, ai.
Adoro o calor
Dos teus olhos
Passando
Indo e voltando pelas
Curvas e espaços
Das minhas letras.

10 comentários:

Leonardo B. disse...


[cada letra,

um decalque do corpo,
ténue tatuagem.]

um imenso abraço, Gisa

Lb

Catia Bosso disse...

Passo os olhos devagar e divago...


mas com respeito de leitora*


*A minha praia é O ... rsrs


bjsMeus
Catita

Dilmar Gomes disse...

Fiz com devoção, amiga poetisa.
Um abração. Tenhas um bom dia.

Hugo Nofx disse...

Tão lindo, fiquei com um sorriso de orelha a orelha.

beijos.

heretico disse...

as letras como enlacé...

bela sugestão

beijo

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Gisa, que idéia legal! Adorei o poema "erótico-ocular", rs...rs.
Beijo muito carinhoso
Manoel

Cris Campos disse...

Meus agradeceram a leitura de suas letras amiga! Gr. Bjooo e um lindo final de semana pra você!

*Escritora de Artes* disse...

É sempre um prazer passear pelas suas palavras...

Grande beijo querida amiga...

ANTONIO CAMPILLO disse...

Querida Gisa, eres un sol componiendo poemas de ilusión, confianza en las personas y ánimo.
Es un poema maravilloso.

Un fuerte abrazo, querida Gisa.

Inaie disse...

que poema delicioso! Sexy e tão sobrio ao mesmo tempo...