domingo, 26 de dezembro de 2010

BAILARINA

Linda redoma bailarina! Como ficas bela com esta luz... Teus cabelos ficam mais sedosos, tua pele parece uma porcelana, tuas roupas brilham com a purpurina que tinge o ambiente. Mas o que há de errado bailarina? A música da caixinha não te agrada? Ela foi feita para dançares, encomendada para o teu deleite. Não sabes, bailarina, o quanto me custa todo este teu conforto. Vivo pagando contas que não acabam sempre para te ver cada vez mais feliz. Por que choras, bailarina? O que te faz falta, meu bem? Por que me olhas assim, bailarina? Não te compreendo... Tens tudo que queres para ser feliz e por que não és? Não bailarina, não sejas ingrata minha querida, não faças isso bailarina! Coloca o braço no lugar, como vais mostrar  gestos, tão graciosos, sem braços? Alto lá, bailarina, não tires tuas pernas, como irás saltar de novo? Pára, bailarina como vais rasgar teu peito e liberar teu coração que levou tanto tempo e me deu tanto trabalho para  aprisionar aí?!

12 comentários:

Lully disse...

Todo coração aprisionado um dia se liberta. Toda bailarina que habita uma redoma sonha um dia dançar outros ritmos ao ar livre.
Às vezes não falta dinheiro nem conforto. Só liberdade =)
Lindo texto!
Bjo grandão

Guará Matos disse...

Venha bailarina lhe carregarei para essa dança.

Bjs.

Luis Nantes® disse...

Puxa Gisa!! Que gostoso seu texto... Sabe, ando também me curvando diante de ti, viu?
Beijos minha soberana

Fernando Antonio Pereira disse...

Olá Gisa.
Voltei e continuo gostando.
Belo texto.
Grato pela visita e comentário.
Abraços de Luz.

Stella Tavares disse...

Gisa
Passei para agradecer a parceria no ano de 2010 e para lhe desejar que 2011 seja um ano marcado por acontecimentos felizes, intensas realizações.
Saúde e paz
Bjs

Celylua - O blog das Letras disse...

Olá querida Gisa, eu gostei muito de conhecer seu belíssimo blog, parabéns!!!
Já estou seguindo seu belo blog, rsrs.
Deus abençoe infinitamente você e sua família.
Feliz Ano Novo!!!!
Beijos no coração.
Com apreço,
Cely.

A. Reiffer disse...

Fui arrebatado com tua bailarina, belíssimo. Abraços!

Betha Mendes disse...

Uma bailarina mulher só querendo um estímulo para viver. Lindo texto!

bj

Betha

Zé Carlos disse...

Oi Gisa linda, que bom vc ter gostado da foto, mas nem precisa colocar os links.... o importante é vc gostar!!

Beijos e comece bem a semana, ZC

Lufe disse...

O amor não se prende, não se coloca em redomas, não se permite brilho artificial, ele quer andar com suas pernas, abraçar com seus braços livres, pois se assim não for o coração buscará novos caminhos....fatal....

bjoca

`·.·•¤ Hanabi ¤•·.·´ disse...

No podemos vivir siempre como el resto quiere que vivamos. Muy linda historia.

Muchas gracias por tus palabras.

¡Besitos!

Gisa disse...

Verdade Lully, a liberdade não tem preço. Um bj querida amiga

Será uma honra Guará! Um bj.

Obrigada pelo carinho Luis! Um bj querido.

Obrigada Fernando! Retorne sempre, é um prazer para mim! Um bj.

Obrigada Stella um 2011 incrível para ti também! Um bj.

Seja bem-vinda Cely!! Um ótimo 2011 para ti também. Um bj

Ah Reiffer, estava com saudades já! Um bj querido amigo, tua presença por aqui me faz muito bem.

Obrigada Betha! Um bj.

Ah ZC gostei demais! Mais uma vez obrigada. Um bj querido amigo.

É Lufe, o amor tem em sua essência a liberdade. Um bj querido amigo.

Sim Hanabi, vivemos a nossa história e de ninguém mais. Um bj.