sábado, 4 de junho de 2011

SENTIR

Tenho milhões de sentimentos inexplicáveis. 
Ainda bem que sempre acreditei
Que sentir não comporta explicações. 
Sinto.
E isso, para mim,
É o que basta.

15 comentários:

Paulo Francisco disse...

Gostei muito!
Mas será que são inexplicáveis? ou não queremos acreditar neles? Sei lá! Então o melhor é sentí-lo e pronto.
Um beijo grande

Leonardo B. disse...

[basta o começar da sentida palavra, na flor da pele, acontecida...]

Num imenso abraço, Gisa

Leonardo B.

jeanfi disse...

les sentiments sont là... qui parfois nous dépassent, mais c'est ainsi !
je t'embrasse Gisa

Meire disse...

Gisa, eu tento sempre transpor em palavras o que sinto, mas é tão complicado né?!!!! Sentir é mais fácil!!!
;)
Lindo post, me lembrou Clarice Lispector que eu amo de paixão!!
bjokitas.

Letícia Nunes disse...

Oi Gisa!!!
Sentir com o coraçao!!
Tah aí mais uma forma de arte pouco conhecida nos dias de hoje!!

Mil beijos e um ótimo final de semana!!

Maria Lúcia Marangon disse...

Gisa, eu acredito que os sentimentos devem ser demonstrados e não explicados. E, já que você tocou nesse assunto, aproveito pra contar que a pergunta mais estranha que já me fizeram foi:
- Por que você gosta de mim?
"Sofri" essa pergunta de um namorado, quando eu ainda era adolescente. rsrs
Beijos!

Ana disse...

Gostei!
Beijinho.

Rogério Pereira disse...

Eu?
Eu, tenho biliões de sentimentos inexplicáveis...

Estou contigo a competir?
Não, estou apenas te dizendo
que é também esse o meu sentir

Alice disse...

é o que basta...interessante.
gostei do texto.

Jorge Sader Filho disse...

Se você sente, é sagrado, é seu!

Carinho,
Jorge

dja disse...

Lindona querida é o que basta pra mim também.

beijos

Richard disse...

Les sentiments sont, la plupart du temps, inexpliqués. Parfois ils durent, parfois ils s'entrechoquent. Mais ce qui est important, c'est d'en avoir. Bon dimanche, Gisa!

Nina Pilar disse...

Ler, escrever e viver, belos ingredientes pra uma bela vida amiga, e é assim nem tudo tem que ser explicado, sentir já vale...
super abraço,
beijo querida

CHIICO MIGUEL disse...

Já escrevi mais de mil poemas me colocando em cada um deles com o sentimento do momento e querendo perpetuá-lo. Sinto a todo instante que essa é a glória do ser humano. E ao mesmo tempo lamento os que perderam alguns dos seus sentidos, a visão, o tato por exemplo, porem os admiro imensamente por sabê-los conservar a saudade e a imitação deles, em outros sentimentos restantes. Isto prova que o sentimento é superior.
Gisa, suas crônicas são superiores, sua poesia é belíssima. Amém.
Minha afeição por você, por tudo o que você vive e é.
abração!!!!!!!!!!!!
Chico Miguel de Moura

C. disse...

O próprio poema já se basta, amiga!

Beijinhos