quinta-feira, 7 de julho de 2011

CAMUFLAGEM

Vermelho, amarelo e laranja
Provocam.
Laranja, vermelho e amarelo
Intimam.
Amarelo, laranja e vermelho
Chamam.
Hipnotizada, entro de um fôlego só na lareira...
Danço em meio as labaredas com uma única intenção:
Apropriar-me das formas, cores e calor disfarçando-me de chama.
Totalmente camuflada,
Aguardo-te pacientemente.
Está frio
E logo, logo irás querer descansar perto do fogo...

:) :) :) :)

13 comentários:

Sandra Portugal disse...

Hipnotizante...
bjs Sandra
http://projetandopessoas.blogspot.com//

OceanoAzul.Sonhos disse...

Poema ardente.

bj
oa.s

iglesiasoviedo disse...

No me gusta el frió, prefiero el dulce calor, próximo, intenso, regalado, donde poder descansar mis deseos y satisfacer mis anhelos.
Un beso.

Julie disse...

El camuflage está hecho de colores... Muy hermoso poema Gisa. Besos

lufreesz disse...

Que poema lindo!
Beijo Gisa^^

AC disse...

Gisa,
Não há nada que camufle o fogo... :)

Beijo :)

Carla Ceres disse...

Salamandra poética, adoro essas cores de fogo brincando com fogo. Beijos!

- cleber eldridge disse...

Acho que encarei de forma "tragica" o poema.

Marinha disse...

Quente como a paixão que demonstras ter pela vida, Gisa!
Bjo, querida.

Fernand's disse...

vestida de brasa.



=)

bjsmeus

Louro Neves disse...

Palavras cálidas para se ouvir e ler em horas frias.

Muito bom, minha moça!
Abraços!

Dja disse...

Hummm vem quente que eu já estou fervendo (ou melhor em brasas) rsss.

beijos lindona, ótimo fim de semana.

Zé Carlos disse...

Gauchinha querida, adoro vc e fico feliz quando vc aparece.....

Um sábado lindo para ti.... ZC