sábado, 2 de julho de 2011

PERDIDO

Da porta mal fechada fugiu rompendo o lacre ordinário e apresentou-se na minha frente
Reflexo desalinhado de cores opacas pelo mau acondicionamento
Passou a perseguir-me na esperança de reencontrar sua forma de origem e a ela unir-se novamente
Custou a perceber que jamais alcançaria seu intento
A imagem original havia mudado muito e já havia seguido outro caminho 
Repleto de diversas estradas e inúmeros rumos
Chorou quando deu-se conta da total incapacidade
Resignou-se, deprimido, na sua nova condição de lembrança
A ser arremeçada ao frustrante futuro do préterito 

13 comentários:

Leonardo B. disse...

[reencontro do tempo dentro do tempo, o todo que se pensa perdido, se toma perdido, se perde reencontrando um rumo, um rumo que seja]

um imenso abraço, Gisa

Leonardo B.

Dois Rios disse...

A perda da lembrança de terem sido.

Beijo,
I.

Rô... disse...

oi Gisa,

se perder em lembranças,
muitas vezes é o grande segredo
para o marcado reencontro...

beijinhos

iglesiasoviedo disse...

El lanzador del tiempo futuro, El tiempo que no conocemos, inseguridad, anhelos, frustraciones antiguas, miedo órbita sobre nuestro tiempo futuro, máxime si uno no es solido en el presente, donde se fragua el futuro.
Un beso.

Rogério Pereira disse...

Perdido
Perdido sim. Perdido
Mas em vez de um gesto amigo
vem esta pública exibição...
Ah, exibicionista sem perdão
Logo que me reencontre
ou que alguém mais compreensivo aponte
a estrada certa, o rumo, o norte
lhe rogarei uma triste praga
a que venha a sofrer igual sorte

Vieira Calado disse...

"...o frustrante futuro do préterito!"

Boa!

Bjsss

Arnoldo Pimentel disse...

Muito bom seu texto.Parabéns e um lindo domingo pra você, beijos

Vinicius.C disse...

Olá Gisa!

Gostei de absolutamente tudo que escreveu, mas pego para mim uma palavras- "Resignou-se" é possível descrever situações, uma ruga, até o tempo, resignar-se é a chave de uma vida consciente- tranquila sem tantos por quês.

Beijo enorme que vc tenha um ótimo domingo!

Nos encontramos no Alma!

wcastanheira disse...

UAUAUU MAIS UMA DELICIA DA MINHA POETIZA DO FRIO, UM ENCANTO VIR AQUECER O CORAÇÃO AQUI, FRIIIO EM TDAI, FRIIIO EM PELOTAS NÉ GURIA, PRA TI BJOS, BJOS E BJOSSSSSSSS

Cores da Vida... disse...

O que passou, passou. Jamais será a mesma coisa, caso venha o futuro acolher. Lembranças desencontradas...

Beijos, gostei muito...

Julie disse...

El señor de las largas barbas que lo dice todo... El tiempo. Precioso poema de reflexión y filosofía. Me encanta. Besos.

Sérgio Pontes disse...

Gostei muito, beijinhos

OceanoAzul.Sonhos disse...

perdido, por fim resignado.

bjs amiga
oa.s