quarta-feira, 30 de novembro de 2011

CONFIANÇA

Correu o mais intenso que pode
Lançou-se na direção do nada sem medo.
Tinha certezas absolutas
Que amorteceriam a queda.

14 comentários:

Marinha disse...

Certeza absoluta de que o melhor estava sendo feito... certamente!

Silenciosamente ouvindo... disse...

E a queda terá sido amortecida?
Bom feriado. Bj

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Gisalindamiga

Lançar-se na direcção do nada sem medo é difícil, mas é lindo. Que o diga o Cabral...

Abç ao Eduardão e qjs às mininininhas, um muito especial para tu. A Raquel diz que também manda...

Paulo Francisco (Pchico) disse...

Gi, assim fica fácil, né?
Um beijo

Janaina Cruz disse...

As certezas alimentam a nossa melhor coragem!!!

Lindo Gisa...

ANTONIO CAMPILLO disse...

La confianza y el coraje de quien está convencido de un camino a seguir es única.
Así se debería actuar frente a quienes sólo muestran escaso interés y dejan caer los brazos sin moverse. Así se debería actuar frente quienes procuran el adocenamiento: fuerza, coraje, valor.
Nunca pasaría nada, siempre estaríamos protegidos por nuestra coraza especial.

Un fuerte abrazo, Gisa.

Wesley Carlos disse...

Gisa, não sei como consegue utilizar tão bem palavras de forma simples e objetiva para falar com toda esta elegância o verdadeiro sentimento de "certeza". Parabéns! Encontro ótima leituras neste local... Me surpreendi muito com seu estilo de escrita inspirador.

Abraços, Wesley Carlos.
* http://wscarlos.blogspot.com/

Wesley Carlos disse...

Gisa, não sei como consegue utilizar tão bem palavras de forma simples e objetiva para falar com toda esta elegância o verdadeiro sentimento de "certeza". Parabéns! Encontro ótima leituras neste local... Me surpreendi muito com seu estilo de escrita inspirador.

Abraços, Wesley Carlos.
* http://wscarlos.blogspot.com/

Rogério Pereira disse...

PRESUNÇÃO

Quando lhe leio coisas assim
acho que se dirigem a mim

(Hoje merece um beijo... bom, ontem também e...)

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Genial! Querida amiga Gisa.
Beijo com carinho.
Manoel.

Vieira Calado disse...

Vá lá...

Não se magoou...

Bjsss

Carla Ceres disse...

E amorteceram, Gisa? Paira a dúvida. :) Beijos!

Julie disse...

Verdad, genialidad, reflexión, poesía la tuya, amiga. Besos.

Sonhadora disse...

Minha querida

Será que as certezas amortecem a queda?
Como sempre as entrelinhas dos teu poemas dão para pensar.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora