sexta-feira, 19 de julho de 2013

CÚMPLICES

Tudo parecia normal.
Sorrisos,
Conversas casuais.
Nada era percebido,
A não ser pelos olhos.
Faíscas escapavam 
Entre uma piscada e outra.
O fogo queimava
Deliberadamente
Sem que ninguém visse.
Tinham um segredo,
Eram cúmplices...

7 comentários:

Ricardo- águialivre disse...

Olá

E pronto... descobriu-se o mistério..

Fique feliz

Bom fim de semana
********************
Querendo visitem-me

http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

Cidália Ferreira disse...

Pois.. Cúmplices ..
Gostei

Bom fim de semana
Beijo
http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Rogério Pereira disse...

Segredo quebrado
Só há dois caminhos
Ou o desmentido
Ou desvalorizar o facto

Vamos combinar
O desfecho a dar?

Andradarte disse...

Há cumplicidades perigosas....
BFS
Beijo

Palavras disse...

... e a cumplicidade é a chave!

Lindo!

Bom voltar aqui! Bjs

Leila

Feliz dia do amigo pra você!
O meu abraço e a minha amizade.

Cris Campos disse...

A cumplicidade verdadeira revela-se em pequenos detalhes, como no olhar, tão bem colocado em teu poema. Gr. BJ.!

ANTONIO CAMPILLO disse...

Si se descubre por medio de pequeños detalles un secreto más o menos importante y se admite por quienes los conocen, la complicidad queda establecida sin reproches ni enfados. De lo contrario es una complicidad engañosa.

Un fuerte abrazo, querida Gisa.