segunda-feira, 26 de agosto de 2013

RECOMEÇOS

Viu a porta fechar.
A janela escureceu
 Com a cortina.
A música terminou
Deixando em suspenso
O último acorde.
O tempo encerrou.
Pronto.
Agora estava sob seu comando.
Livre voou rompendo
A névoa do desconhecido.
Recomeços são difíceis...
Mas não mais para ela,
Sabia disso.

5 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Lindo; Há sempre um recomeço.

beijo e boa semana

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Silenciosamente ouvindo... disse...

Quem não recomeçou ao longo da
sua vida? É uma constante.
Bj. e boa semana.
Irene Alves

Arnoldo Pimentel disse...

Muitas vezes é preciso recomeçar.Parabéns.

Anne Lieri disse...

Recomeçar é parte do ciclo da vida,estamos sempre nos reinventando e recomeçando.Linda demais sua poesia!bjs e boa semana,

OZNA-OZNA disse...

Bellos versos nos obsequia tu alma sensible de poetisa, infinitas gracias por concedernos el privilegio de ser testigos de ellos. Besinos miles.