domingo, 3 de abril de 2011

COMO?!

Os olhares cruzaram-se novamente.
Ela ficou pálida de susto.
Como ainda pode queimar
Se já faz tanto tempo
Que o fogo se extinguiu
E as cinzas foram viajar no vento?

23 comentários:

OceanoAzul.Sonhos disse...

A troca de olhares reatam o fogo.
beijos amiga.

OA.S

Suzana Martins disse...

Queima-se até onde há cinzas!!

Beijos

Rogério Pereira disse...

Sempre se renasce das cinzas,
Fénix renascida na palidez de um susto,
ou num olhar de perdão ou sei lá...
num outro olhar
num sonhar

Dave disse...

Nessas horas até as cinzas são queimadas...

Beijo!

AC disse...

Querida Gisa,
A facilidade com que escreve é surpreendente.
Parabéns, minha amiga!

Beijo :)

jeanfi disse...

Il y a des flamme qui peuvent se rallumer...
parfois si l'amour est là...
alors rêvons, encore à cette renaissance.
bises ton ami

iglesiasoviedo disse...

Donde hubo fuego quedan rescoldos y estos avivados por el viento pueden prender fuego otra vez.
Un beso.

Vieira Calado disse...

Obrigado, amiga

pelos seus generosos votos!

Bjjss

Leonardo B. disse...

[tal como da brisa se constroem vendavais,

da memória, do pouco sopro guardado se reconstrói o que se tomava por cinza esquecida, num momento mais]

um imenso abraço, Gisa

Leonardo B.

Louro Neves disse...

Quando o coração é o inimigo, convém aliar-se a ele.

Zé Carlos disse...

Gisa, menina querida, mesmo com o fogo extinto, o amor deve estar bem aceso ainda.

Aquele beijo menina linda, ZC

Olga disse...

Muito poderoso poema! Embora você nunca pode saber o poder de suas palavras eu tenho que acreditar que eles estão fazendo um impacto sobre algumas vidas criativas de pessoas.

Lully disse...

A beleza está no mistério de não saber.
=)

`·.·•¤ Hanabi ¤•·.·´ disse...

Pasa a veces que en realidad creemos que la llama se ha apagado, sin embargo olvidamos que una sola chispa de una mirada basta con prenderla nuevamente.

¡Besitos!

A. Reiffer disse...

É como a Fênix, que ressurge das cinzas... Abraços!

megi disse...

Seus poemas sao lindos!!!
Gosto de sua poesia!!!
sandacoes

Sandra disse...

havendo um sopro e existindo cinzas...tudo pode acontecer, qual fénix renascida.
Beijo

Luciano Oliveira disse...

O reencontro com um antigo amor que realmente marcou, não tem jeito, o coracao n resiste.

Muito bom seus textos

PODIA ACABAR O MUNDO

Carla Ceres disse...

É o fantasma do fogo, que voltou das cinzas, pra assombrar. :) Beijos!

Amapola disse...

Bom dia, querida amiga Gisa.

Mas o carvão pode guardar o calor por muito tempo.

Um grande abraço.
Tenha uma linda semana, cheia de paz e alegrias.

Lúcia Bezerra de Paiva disse...

O fogo é traiçoeiro,
às vezes resta uma
fagulha que,se a tocarmos,
ainda queima intensamente.
Lindo, o que escreve!

nota: encontrei você,
na tv.do ferreira,
aí, vim espiar e,
claro, estou aqui.
Não há, como resistir!
Beijos!

Lufe disse...

Alguns olhares reacendem a chama mesmo onde achamos não haver mais nenhuma brasa. É, alguns detém esse poder......

bjoca

Bergilde Croce disse...

A frase é feita,mas bate bem com o pensamento acima...'quando é amor verdadeiro basta pouco pra reascender a chama e o vulcão entrar novamente em erupção'.
Abraços pra você!