terça-feira, 12 de abril de 2011

NUVEM

Vem!
Corre!
Depressa!
A chuva já não tarda!
Eu te ajudo! Sobe,
Sobe na nuvem!
Vê só!

Ela está de cara fechada,
Braba conosco.
Estamos muito atrasados,
Pois ainda temos que derreter
Para viajarmos nos pingos.


19 comentários:

Suzana Martins disse...

Vem, chove e deixe que os pingos se transforme no sentir...

beijos

jeanfi disse...

Bonsoir, Gisa
ici... point de goutte de pluie mon amie, pas assez d'eau, je dirai !
tu as écrit un beau poème toi aussi. Bises

Rart og Grotesk disse...

Eu quero uma chuva dessas!!
Bjs!

Sonhadora disse...

Minha querida

Que esses pingos, se tranformem numa chuva de amor, lindo o poema cheio de ternura.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Rogério Pereira disse...

Amanhã irei ler isto ao meu Diogo
Sei que irão brilhar-lhe os olhos
De alegria
E aceitar o repto da fantasia

Se eu amanhã não aparecer
Não tem que se preocupar
Acabou por não chover

Sim, porque as nuvens nem sempre querem colaborar

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Gisa, é muito prazeroso ler as suas postagens. Não sei me explicar, contudo elas transmitem um "dinamismo" nos versos. Muito legal.
Beijocas carinhosas no coração.
Manoel.

Letícia Nunes disse...

Adaptada em água! Transforma-se em pingo, gota de vida e amor!!

Beijinhos amiga

Carla Ceres disse...

Adorei! Muito fofo! Você é mágica com ideias e palavras. Beijos!

iglesiasoviedo disse...

Quisiera que todas esas gotas de amor de vida mojaran y empaparan mi cuerpo de dulces sensaciones como las que me transmiten tus pemas.
Un beso.

Vinicius.C disse...

Bom dia!!

Perdoe minha demora eu estava viajando!
Que você tenha um ótimo dia!

Beijo nos encontramos no Alma.

Lufe disse...

"como nuvem passageira....."
Bonita a imagem de passagem para a fluidez....através dela tudo flui mais naturalmente.


bjoca

Marinha disse...

Que lindo e lúdico esse texto, amiga!!! :)
Amei! Viajar nos pingos da chuva é poesia pura, Gisa!
Bjo

Julie disse...

Delicado, hermoso poema Gisa. Mi cariño.

Gilmar Morais disse...

É como se dissesse para "subir" logo nos sonhos, não deixá-los esvaecerem... Corre! Revitaliza-os, avance com eles, não se demore, o amanhã permanecerá vivo, sempre chegando, noite após noite, trazendo embalado um pouco dos sonhos edificados! Uma bela metáfora, Gisa! E o bom de tudo é exatamente essa interpretação plural permitida...

Meu carinho!

OceanoAzul.Sonhos disse...

Gisa, que nuvem mágica, cheia de sonho...qualquer um queria subir e ir também.
bj querida
oa.s

Sandra disse...

Viajar nos pingos da chuva...uma imagem mágica.
Beijinho

megi disse...

Belle poeme!!!!!!!!!!!!

Cristiane disse...

Ai, que delícia! Imaginei a cena...me derretendo para viajar nos pingos! LINDO. BJs

Sérgio Pontes disse...

Gostei bastante, bjs