quinta-feira, 12 de abril de 2012

ESTRATÉGIA

Pensava em estratégias
Desenhava mapas
Planejava ataques.
Quando chegava a hora de por tudo em execução
Depunha as armas
E perdia a guerra.
Perdia?
Bem essa é uma questão de ponto de vista.

17 comentários:

QUIM disse...

Perfeito..bj..saudades

Leonardo B. disse...

[também o reverso faz parte da medalha...]

um imenso abraço, Gisa

Leonardo B.

Elisa Cunha disse...

Depende do conceito de guerra e do conceito de perder.

Beijos, Gisa!

Rogério Pereira disse...

Não pensava em estratégia
nem em guerra
Ataques?
Defesas?
Armas?
Não.
Sou daquele tipo de cobarde
que da guerra ignora a arte

Apenas acolho vencidos
Acolho-os sem favor
com alma de vencedor

iglesiasoviedo disse...

Una guerra nadie la gana, todos la pierden.
Besos.

Cris Campos disse...

Depende sim. Certos momentos só fluem quando nos rendemos. Gr. Bj.Gisa!

Mary disse...

Tudo depende mesmo do ponto de vista, tudo!!
bj

Will Lukazi disse...

Olá amiga Gisa! Tudo bem contigo?

O Blog do Super Will criou uma página no FACEBOOK chamada FACEBLOG para homenagear os diversos Blogs existentes na Rede. Não por acaso o seu Blog foi selecionado para participar e já está lá na Página sendo amplamente divulgado a fim de ser conhecido e reconhecido por outros blogueiros e leitores. Convidamos você para conhecer e participar nos dando o seu comentário e sugestão. Juntos poderemos promover nossas atividades blogueiras e firmarmos mais e mais os laços de irmandade, além de divulgarmos o seu trabalho. De antemão agradeço pela atenção e espero a sua visita na Página. O endereço é: http://www.facebook.com/superfaceblog

Nosso e-mail de contato: superfaceblog@hotmail.com

Ajude-nos a divulgar seu blog: CURTA E COMPARTILHE essa ideia!

Um grande e carinhoso abraço

Will Lukazi

ANTONIO CAMPILLO disse...

¿Vencedores o vencidos? Depende del punto de observación desde el que se mire.
Aunque los que odiamos la guerra reiteremos que es un mal para todos, siempre existe un vencedor que dice: VAE VICTIS! Frase que gritó fuertemente el jefe galo Breno y con la que acabó una guerra. Aplíquese.

Un fuerte abrazo, querida Gisa.

CHIICO MIGUEL disse...

Querida amiga
Gisa,
cadê você, está lendo "O menino..." ,ou deixou-o perido mesmo entre papéis vvelhos empoeirados?
A pergunta é uma provocação para você voltar a falar comigo, escrever nos meus blogues,já que você nao gosta do Facebook nem de usar e-mails.
Prossiga com sua linda poesia, cheia de sentimentos que extravazam feito cachoeras em tempo de muita chuva ou de degelo.
Abraço e muitos cheiros
francisco miguel

ONG ALERTA disse...

Verdade nem sempre perdemos uma guerra e sim aprendemos que podemos lutar diferente, beijo Lisette.

Inaie disse...

Depor as armas e sempre uma estrategia...

Carla Ceres disse...

Ninguém perde uma guerra se é esperto o bastante para evitar seu início, Gisa. Beijos!

Ricardo Miñana disse...

Es un grato placer pasar por tu espacio.
Que tengas un feliz fin de semana.
un abrazo.

Silenciosamente ouvindo... disse...

Minha amiga inseri hoje no sinfoniaesol
o seu poema PROJETO.
Espero esteja tudo do seu agrado,
se não estiver diga por favor.
Agradeço imenso.
Gosto da Estratégia.
Tenho um bom fim de semana.
Beijinhos
Irene

Andradarte disse...

Em tempo de guerra...não se limpam as armas....
Beijo

Escritora de Artes disse...

Simplesmente perfeito!

Bjos cara amiga...