terça-feira, 26 de junho de 2012

PIROTECNIA

Pressentia a explosão
Há qualquer momento.
Sentou-se bem acomodada
Para presenciar o BUM final
Do ângulo mais privilegiado possível.
Assistiu tudo ir aos ares
Desde o início.
Levaria, para sempre,
A mecânica do estouro
Operando-se, vagarosamente,
De dentro...
Para fora...

12 comentários:

Mª LUISA ARNAIZ disse...

Si esos fuegos suceden dentro del alma...
Un abrazo.

CHIICO MIGUEL disse...

Queria rever teus pássaros voando, tuas palmeiras de folhas soltas ao vento como o pensamento. Assim soltei minhas folhas - são saudades ao vendo,
fosse possível voava como as aves, como os ventos te tocar a pele e dier com estou com saudades
Hoje estou lírico como nunca
abraços e beijos de afeição e amizade.
chico

CHIICO MIGUEL disse...

Desulpe os erros. Mas teu poema está muito forte mesmo. Parabéns.
chico miguel de moura

Flor de Jasmim disse...

Forte seu poema Gisa!

Beijinho e uma flor

ANTONIO CAMPILLO disse...

Creo que mi mente no está deformada ni enferma. Por ello, Gisa, este espléndido orgasmo que nos relatas con tanta delicadeza metafórica es el que quisiera sentir yo la próxima vez.

Un fuerte abrazo, querida Gisa.

Moisés Augusto Gonçalves disse...

Que seja uma explosão de grandes alegrias...!
Beijos, prezada Gisa!

Catia Bosso disse...

De dentro pra fora...
Um complô que vale a pena enfrentar
Emoção que em mim aflora
Reves do que não houve a saturar!!!


linda Gisa, bjs meus

Catita

Natália Campos disse...

Muito obrigada pelo comentário feito em meu blog, Gisa. Fiquei muito feliz, pois admiro muito seus escritos. É uma honra recebê-la em meu blog. Um beijo!

Bruna Araújo disse...

Adorei o blog, muito lindo, amei tudo. Parabéns mesmo, vou sempre estar aqui (:

ontendency.blogspot.com

Palavras disse...

Oi Gisa,

uma explosão de sentimentos! Lindo como sempre!

Beijos

Leila

Sonhadora disse...

Os teus poemas têm vida própria cruzam-se dentro da pele...são um rio a transbordar na espuma dos dedos...um mergulho silêncioso que paraliza o sangue...esculpindo as palavras profundas.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Dilmar Gomes disse...

Menina Gisa, ufa, que alívio.
Um abraço.