domingo, 24 de junho de 2012

SUPOSIÇÃO

Estava ausente,
Talvez porque estivesse no limite
Da compreensão
De que era necessária.

10 comentários:

Mª LUISA ARNAIZ disse...

Hay mentes que se creen sus propias mentiras porque nadie es necesario.
Besos.

Álvaro Lins disse...

Momentaneamente ...apenas:)!
Bjo

Rogério Pereira disse...

As ausências
sempre deixam lugar a suposições
Os silêncios
a divagações...

Fê-blue bird disse...

Um suposição leva a uma decisão acertada.
O regresso!

beijinhos

Inaie disse...

Há bastante tempo venho caminhando sobre essa tênue linha entre o limite e o aceitável...

ANTONIO CAMPILLO disse...

Es posible que su ausencia fuese inadvertida porque no era necesario, porque pasaba desapercibido o porque su personalidad era independiente y nadie sabía de su poder.

Un fuerte abrazo, querida Gisa.

heretico disse...

"longe da vista, longe do coração" - não se deve exagerar na ausencia. tens razão.

beijo

OceanoAzul.Sonhos disse...

Silenciar muitas vezes é necessário.
Excelente, como sempre Gisa
Bjs
cvb

ricardo alves disse...

bom,muito bom gisa!!!
bom dia e beijos...

CHIICO MIGUEL disse...

Nunca estou ausente,
apenas silencio
para melhor me sentir,
mais fundo ver-me,
para pensar o amor,
para juntar os amores,
para, enfim,florescer.

Quando estou ausente, mais
presente fico
no traço e no verso,
que não se declamou,
na luz do sol que ilumina
a todos por um só raio,

Quando eu estou mais junto,
minha palavra foge,
meu sorriso paralisa,
só o peito pulsa, pula,
que até tenho de morrer.

Ou me transportar ao céu,
onde o silêncio reina
e a paz principia.
Para sempre lembrando
dos que de mim se lembraram.
agora sorrindo,
agora,calmo.
com beijos e abraços.