domingo, 15 de julho de 2012

ACORDES

Ao ouvir os primeiros acordes
Levantou-se e escalou a pauta.
Dançou entre fás e mis,
Sem pudores.
Enfrentou os dós e rés,
Com coragem.
Brincou com os lás e os sis,
Gargalhando.
Encontrou-se com o sol
E suspirou em sustenido.
Bem que a clave a havia avisado...
Ele nem a notou...
Acabou-se frustrada
Chorando em bemol.

18 comentários:

Palavras disse...

Uma bela sinfonia!

Beijos

Leila

Cloudy disse...

Schöne Erfassung in Worten...

Lieben Gruß
CL

folha seca disse...

Gisa.
Acordes! quanta infuência têm nas nossas vidas e na volta que vão dando. Um beijo minha cara amiga. Sabe que hoje puz a sua Gal Costa a cantar o nosso Fernando Pessoa. De facto o que nos separa é o Mar...
Beijinho
Rodrigo

MARÍA LUISA ARNAIZ disse...

El llanto en bemol, ¡qué acierto!
Un cariñoso abrazo.

poetaeusou . . . disse...

*
Gisa
,
o meu pensamento,
idealizou sonhos,
lendo, escrevendo e vivendo !
.
sonhadas conchinhas,
deixo,
*

Andradarte disse...

QUEM É...QUEM É...??
BOA SEMANA
BEIJO

Luciano disse...

Mas que lindo! E eu que adoro tudo o que seja relacionado com a Arte dos sons! :))))
Beijinhos!

Eleonora Marino Duarte disse...

as tantas nuances do amor fazem-nos viver uma oitava acima!


gostei muito da sua poesia, das comparações e da emoção envolvida.



um beijo, gisa!

Mariz disse...

Perfeito!

bjos!

heretico disse...

... e não houve "clave" que a fechasse em SI(m) maior?

sinfonia (im)completa.

beijo

ANTONIO CAMPILLO disse...

Canto sonoro, en idioma original, en el que la luz destella y los acordes son los que incitan a llegar a ella.
El inconveniente pueden ser el sol o re sostenidos que, a pesar del aviso de la clave, acaba con los bemoles.

Un fuerte abrazo, querida Gisa.

Cris Campos disse...

Uma sinfonia, humm digamos, não tão harmoniosa assim, rsrs, o que não tirou a perfeição de tua escrita amada! Gr. Bj.!

Vento disse...

hummm....

a poesia é um dos reflexos de nós
e a música também
gostei de como brincaste com ambas aqui:
com tanta emoção :)

gosto de ler-te
bj.

*Escritora de Artes* disse...

Lindo querida amiga...lindo!

BJos

Carla Ceres disse...

Semínima sofre, Gisa. :) Beijos!

ricardo alves disse...

rs...
maravilhoso Gisa!
da mansidão tonal para a tempestade atonal!!!

Rui Pascoal disse...

Se a minha banda tocasse assim, tão afinada...
:)

http://tintacompinta.blogspot.pt/2012/05/banda-ao-vivo-e-cores.html

OceanoAzul.Sonhos disse...

Mas as palavras continuam, numa dança envolvente, belas como sempre!

beijos
cvb