domingo, 8 de julho de 2012

CONFORMISMO

Estava triste.
Ingressou cabisbaixa
No quarto que ostentava
O nome do desolador sentimento
Estampado na porta.
Sentou-se no canto
Escuro e úmido
Para aguardar.
Um dia, a felicidade
Percebendo a sua falta,
Haveria de querer resgatá-la.
Dormiu chorando
A espera.

10 comentários:

ANTONIO CAMPILLO disse...

Una puerta que lleva escrita la marca de la infelicidad no debe traspasarse.
Lo único que puede acaecer es la tristeza y la larga espera del castigo que impone la soledad.
Si la felicidad ha sido arrebatada por quien debe procurarla, se debe sopesar si merece la pena esperar un poco, no mucho, ¿eh? Sólo un poco.
Si no ha ocurrido de esta forma, la espera se puede alargar a pesar de la humedad y el frío. Pronto se recuperará la primavera del amor.
Al darse cuenta de su error Dª Felicidad puede regresar.

Un fuerte abrazo, querida Gisa.

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Gisa. A vontae que eu tenho, e costumo fazer isso é pelo menos comentar num mesmo dia duas ou mais postagens suas quando venho aqui porque os seus poemas além de curtos belos eles têm o principal para mim: CONTEÚDO!
Certamente a felicidade encontrará esse ser angustiado e a renovará com sua luz, e ela poderá sentir-se bem novamente, alegrar-se, pular, ou fazer o que quiser com a sua alma leve e feliz!
Mesmo por um tempo ausente, a felicidade não esquece de nós, contudo, precisamos acreditar nela.
Lindo!
Tenha um domingo abençoado e de paz!
Beijos na alma!

Rogério Pereira disse...

INCONFORMISMO

Estava de alma irada
Ingressou de cabeça levantada
No quarto que ostentava
O nome de tal ira
Estampado na porta.
Sentou-se no canto
Escuro e úmido
Para logo se levantar.
A última coisa que admitiria
Era chorar, enquanto dormia

Resolveu ser chegada a hora
E saiu, inconformado,
porta a fora

Havia de a encontrar

folha seca disse...

Gisa
Como sempre um jogo de palavras que nos tranportam para muito mais longe.
Um beijo
Rodrigo

Fê-blue bird disse...

Amiga Gisa:

Como sempre adoro a maneira como escreves, o conformismo é o maior inimigo da felicidade.

Gostei do comentário do inconformado amigo Rogério :)

beijinhos

Riosul disse...

Boa noite Gisa,
Nunca devemos nos conformar e também não devemos esperar, a felicidade não vem a nossa procura somos nós que devemos achá-la ...
Devemos encontrá-la nos pequenos detalhes, na natureza, nas formas, nas cores, no céu, no mar, na terra, na vida...
Ela está em cada detalhe que nos foi presenteado por Deus, se não a vemos, é porque estamos cegos pra realidade ...
Ter a oportunidade de poder ver um amanhecer, uma flor desabrochar já deveria ser uma grande felicidade ...

Passei pra deixar meu boa noite, e desejar uma semana de amor e porque não de felicidades?

Abração,
RioSul

heretico disse...

sempre pensei que as portas são impecilho à felicidade.

sou pelas portas escancaradas...rs

beijo

Miriam disse...

Viajando nas palavras. Adoro seus textos... Beijinhos.

ricardo alves disse...

lindo mesmo gisa...
as vezes sinto vontade de musicalizar estes seus textos...
bjs!

OceanoAzul.Sonhos disse...

Quem espera sempre alcança... ou não?
Acredito que sim!

abraço grande
cvb