sábado, 26 de março de 2011

ENCONTRO

Encontraram-se em meio a guarda-chuvas e muita água. Reconheceram-se à distância, cada um do seu lado da avenida movimentada. Aguardavam o sinal ansiosamente para que pudessem compartilhar o ar de mais próximo. O movimento era intenso, tanto de carros quanto de pessoas. Olhavam-se com muita impaciência separados pela agitação. Mal tinham se visto e já precisavam um do outro para continuarem a trajetória. O fluxo de veículos não parava. Tomados de uma necessidade de viver, que só os moribundos possuem, lançaram-se no asfalto. Deram-se as mãos e sorriram um para o outro enquanto o caminhão amassava seus sonhos.

14 comentários:

Déya disse...

Sonhos esmagados mas ainda assim
com vontade de viver...

beijos querida...

Guará Matos disse...

Mas sonharam e isso eles podem contar na eternidade.

Bjs.

Louro Neves disse...

Brincar de ser deus(deusa) é assim.

Lully disse...

Apenas corpos amassados. Sonhos ainda intactos. Há muita vida além de aqui.
Gostei!
Beijoo

Elaine Castro. disse...

Oie,

Intenso, chocante e muito mais muito real.
Quantas e quantas vezes os sonhos são esmagados? Infinitas vezes!!!

Abraços e tenha um bom domingo.

Cristiane disse...

Lindo e surreal...Adorei a história intensa e original! Bom domingo, querida!

Nátali Mikaela disse...

Brilhante como poucos que já tive o prazer de ler. O jeito como brincas com as palavras é sem dúvidas uma volúpia para seus leitores.

Suzana Martins disse...

Sonhos esmagados em encontros realizados!!!!

Lindo encntro!!

Beijos

Marcia Morais disse...

Gisa obrigada pela visita,textos sempre intrigantes encontro aqui,tenha um belo domingo com um bom inicio de semana! bjs!

Marinha disse...

Gelei,amiga!
Bjo

Julie disse...

Hermoso, ya estoy de vuelta y te seguiré leyendo. Besiños.

Andradarte disse...

Meu 'deus' que trágico....por isso eu peguei
uma molha....
Beijo

wcastanheira disse...

Um belo post, uma mensagem q agrada ao leitor e leva apensar, pra vc bjos, bjos e bjossssssssss

C. disse...

Nao importa, um dia sonharam!

Adorei!