sexta-feira, 4 de março de 2011

SENTIDOS

Surgiu do fundo do poço
Havia escalado as paredes com unhas e dentes
Iluminada apenas pelo brilho dos vaga-lumes
Limpou o lodo que cobria seu corpo
Vestiu-se com a luz das estrelas
Fez-se brilhante, somente para teus olhos
Dançou pelas paredes, escalou o telhado, rolou pelo caramanchão
Cobriu-se de flores
Perfumou-se, somente para teu olfato
Espalhou o mel, que roubara das abelhas, por todo seu corpo
Fez-se saborosa, somente para teu paladar
Massageou a pele com gotas do orvalho
Fez-se macia, somente para teu toque
Entoou as mais belas canções,
Que o vento pacientemente lhe ensinara
Fez-se melodiosa, somente para teus ouvidos
Ansiosa, sentou-se na expectativa da tua chegada
As horas passaram, os dias passaram, os meses passaram, os anos passaram
E com o movimento em espiral
Ergueram uma forte moldura ao seu redor
Aprisionada, manteve-se ereta, impassível
E, sorrindo, fez-se parte integrante daquela tela
Somente para tua memória

14 comentários:

Jasanf disse...

Perfeita a ideia cíclica que há em seu poema, pois a memória nele desmanchou-se de prazer e de entusiasmo.

dja disse...

Ai que lindoooo, Gisa.

Beijos lindona.

Jorge Sader Filho disse...

Não conseguindo de pronto o seu intento, eternizou-se. Muito bem imaginado, Gisa!

Beijos,
Jorge

Luís Coelho disse...

É o amor que a transforma ou nos transforma.
Que nos perfuma e nos enche de suaves melodias.

É uma magia que nos faz brilhar e chamar a atenção dos que amamos.

Eduardo Lara Resende disse...

Bonito poema. Teias também evocam solidão.

Dave disse...

Uma forma peculiar de eternizar não só um sentido, mas vários sentidos e sentimentos.

Beijo!

Marinha disse...

Tens essência ardente de poeta e mulher que não cabe em si de tanta vida que há aí dentro, Gisa.
Teus versos e metáforas são fonte de força e paixão... sempre.
Bjo e mais vida em teus dias, amiga.

Julie disse...

Gisa, bellísimo poema lleno de imágenes y sentimiento. Un beso.

Sonhadora disse...

Minha querida

O tempo ficou para além do quadro...perdido na imensidão do nada que ficou, lindo e nostágico.

Beijinho com carinho
Sonhadora

Vinicius.C disse...

Nossa gisa, ficou muito bom!!

As vezes pintamos com as tintas erradas, o desbotado pode até parecer feio, mas, quem consegue ignorar a obra do tempo.

Eu adorei!

Um beijo enorme e divista-se neste caranaval!!
Nos encontramos no Alma.

Vinicius

Aline Castro disse...

Template novo!!Vai lá dar uma olhadinha. é FREE download !!
http://alinexiloca.blogspot.com/
BJUS

machoemcrise disse...

Olá tudo bem !1

nossa parabéns ficou lindo adorei.

beijos e bom carnaval

Maria Lúcia Marangon disse...

Lindo poema, amiga! Parabéns!
Bom feriado.
Beijos

Zé Carlos disse...

Fez-se melodiosa, somente para teus ouvidos
Ansiosa, sentou-se na expectativa da tua chegada


Lindo menina, como tudo o que vc escreve.... beijão, ZC