segunda-feira, 14 de março de 2011

TENTATIVA

Sou dura
Mas como as mais rígidas rochas
Podem ser nascedouros de límpidos rios
Repletos de força e energia
Lágrimas vertem dos meus olhos,
Independentes,
Fluem pelo rosto
Cristalinas e cheias de intenções
Coitadas!
Pretendem recriar a vida
Na aridez da minha alma.

23 comentários:

Tamii Serra disse...

Oiii, então achei seu blog por aí e esse é o primeiro texto que li dele...

Me identifiquei, rs sou dura... mas isso é só a casca, por dentro, não sou tão pedra assim...

Muito bonito seu texto, estou te seguindo, quando puder, me visite lá!

Lufe disse...

Gisa ,
Que texto lindo!!!!
Você a cada dia se supera....
Esta imagem onde da dureza surge um fluxo de vida para curar a aridez da alma, foi demais.

bjoca

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Gisa, você escreve espetacularmente bem. Sua criatividade é invejável. Veja isso:

"Pretendem recriar a vida
Na aridez da minha alma."

Molha e aduba essa alma menina. Você é muito querida para desertificar assim.
Beijokas no coração para amolecer a casca desta alma, rsrsrs.
Manoel.

Bergilde Croce disse...

Lindo pensamento!Conheço pessoas que se consideram rígidas como uma rocha,mas na verdade são também aquelas mais sensíveis e,por isso, sofrem mais.
Meu abraço nesse início de semana,
Bergilde

Drika Reis - A Arqueira da Lua disse...

Olá!!!
Hj estive por aqui pela primera vez e adorei o seu cantinho!!!
Parabéns!!!!
Já estou o seguindo!!!!
Beijos!!!

iglesiasoviedo disse...

Preciosa poesía, que bien escribes.
Todos intentamos parecer mas duros de lo que realmente somos, jugamos a ser independientes,que no necesitamos de nadie, cuando en realidad lo que mas deseamos es el cariño y el amor de los demás.
Un beso.

Guará Matos disse...

Sinto suas águas a banhar-me.

Bjs.

Zé Carlos disse...

Menina querida, é nas grandes rochas que nascem as águas mais puras e os mais firmes alicerces....

Você é forte menina, beijão do ZC

Julie disse...

Todos necesitamos de todos, amiga. Bello poema. Un abrazo,

OceanoAzul.Sonhos disse...

Por vezes tornamo-nos duros, a vida assim o obriga, mas no fundo, cá dentro, um turbilhão de sentimentos e muito amor para dar.

Beijos

OA.S

Carla Ceres disse...

E as lágrimas viram orvalho de poesia que vivifica este blog. Lindo!

Déya disse...

LindÚÚ!
Simples assim...
beijo querida...

Leonardo B. disse...

[não há pedra no mundo que não tenha um coração, que se diz duro, mas do tanto tempo do mundo e da água-mole que o molda, como poderia ser a outra explicação do mundo, da pedra, da alma... dentro da palavra?]

um imenso abraço, Gisa

Leonardo B.

Amapola disse...

Boa tarde, querida amiga Gisa.

Lindo... Mas elas recriam vida, na grandeza do seu coração!

Um grande abraço.

Daniel Savio disse...

Bonito, mas as não precisa ser tão dura consigo, apenas clara como a nascente do rio...

Fique com Deus, menina Gisa.
Um abraço.

Jasanf disse...

Adorei este banho de palavras entremeadas com imagens descritas na tentativa de se descobrir.

Dave disse...

A real e verdadeira beleza, nunca está naquilo que é óbvio e vende uma imagem perfeitinha demais.

Beijo!

FERNANDO disse...

Oi, Gisa Gaúcha.
Vim retribuir seu comentário e deixar o endereço do meu Blog (para quem se interessa por tecnologia da informação, vale a pena dar uma passadina em http://fernandomelis.blogspot.com.)
A propósito, adorei a imagem com que você ilustrou esta postagem (já roubei e usei como plano de fundo - risos).
Abraços e até mais ler.

Rogério Pereira disse...

Na aridez da minha alma?
Qual aridez?
Nunca vi tão rica textura
Numa pedra, assim, bela e dura
Por isso li e passo adinte
Pois quase nunca, por inveja, ligo
ao que me diz um diamante

Valentina Asterix disse...

Dura por fora,
água por dentro...
Com toda emoção que transborda do coração...
Adorei seus versos!!!
Beijos querida amiga

Luiz Neves de Castro disse...

Gisa, há uma lembrança especial para você na Egrégora. Dê uma passadinha lá.
Beijo afetuoso

Suzana Martins disse...

Recriando, inventando e decofrando palavras...

Beijos

Evelyn, sou toda alegria...sou poesia! disse...

Olá Gisa...gostei muito do seu blog.
Estou te seguindo.

Beijos Evelyn