sábado, 24 de março de 2012

SINAL

Existem vezes que cedemos e tudo bem.
Existem vezes que discutimos e cedemos e tudo bem.
Existem vezes que discutimos, não nos conformamos e cedemos e tudo bem.
Mas existem vezes que discutimos, não nos conformamos e cedemos e tudo mal.
Nesses momentos, soa o aviso uma única vez.
Cuidado para não perder o último trem,
Porque esse,
Não volta mais.

6 comentários:

Cores da Vida... disse...

Oi Gisa,
De fato, temos que nos ater aos sinais. Ceder sempre sem resultado, por vezes, pode ser perda de tempo...
Beijos, bom final de semana,

iglesiasoviedo disse...

En esta vida es muy importante saber decir no, es algo que normalmente nos cuesta mucho trabajo llegar a saber cuando hay que decir no, pero si es necesario hay que decirlo y hacerlo con firmeza.
Besos querida.

Anne Lieri disse...

Gisa, uma grande reflexão!Pode até causar doenças ceder tanto!bjs,

Rogério Pereira disse...

As cedências
são como as de um teimoso
não há um, sem haver outro
Quer experimentar?
Pressione... verá que cede

Ah, o horário foi continuado
os trens entraram em movimento perpétuo, para qualquer lado

ANTONIO CAMPILLO disse...

Excelente reflexión escrita con la sensibilidad de un poema.
Puede ser que jamás suceda pero es muy importante poseer billete de primera clase para ese último tren que jamás debe marchar vacío.

Un fuerte abrazo, querida Gisa.

Cris Campos disse...

Acho que já fiquei na estação.. Perdi, perdi de vez! Gr. Bj. Linda Gisa!