segunda-feira, 7 de maio de 2012

FÉRIAS

Difícil de entender
Difícil de dizer
Difícil de pensar
Difícil de imaginar
Difícil, mas possível.
Meu eu quer férias de mim mesmo...

13 comentários:

Carla Ceres disse...

De vez em quando, o meu também quer, Gisa. :) Beijos!

**Escritora de Artes** disse...

Eu também....


Bjos

ANTONIO CAMPILLO disse...

Por supuesto, Gisa, quer férias para uno mismo es un deseo y una necesidad ineludibles. Me gustaría que tu deseo se cumpliese.

Un fuerte abrazo, querida Gisa.

Flor de Jasmim disse...

Quantas vezes o meu eu as deseja também.

Beijinho e uma flor

Cris Campos disse...

Gisa, estou quase me demitindo!Férias permanentes sabe? Ô loucura! Gr. Bj.

Sonhadora disse...

Minha querida

mesmo que tires férias de ti...para onde fores "vais contigo", como sempre belo.


Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Tais Luso disse...

rsr, eu não quero férias de mim, quero me levar para umas férias!
Mas entendo também o sentido do teu poema; é válido e compreensível, também.
É a saturação de nós, e de vez em quando pinta. Normal né... vivemos num mundo louco!
Beijos, Gisa!

ARTE EN TUS MANOS disse...

Gracias por visitar mi blog, me voy a dar una vuelta por el tuyo, y me quedo para seguirte.
Suerte y que tus deseos se cumplan
Un saludo
Azucena

Cores da Vida... disse...

Verdade, Gisa, há momentos que cansamos de nós mesmos... Precisamos mudar o foco ou, até mesmo, viajarmos em férias..., quando assim nos sentimos mal.

Beijos e obrigada pela visita...,

Rogério Pereira disse...

AS almas são sempre escravas
e os escravos não têm direito ao ócio

Diz o meu eu

ONG ALERTA disse...

Nada é impossível, tenho vontade de tirar férias de mim...
Beijo Lisette.

Rô... disse...

oi Gisa,

esse é um desejo que todos nós já tivemos ou vamos ter...

beijinhos

OceanoAzul.Sonhos disse...

Como entendo o teu eu...
revi-me nele
beijinho
cvb