segunda-feira, 21 de maio de 2012

TRABALHO

O peso está grande.
A rachadura avança em seu traçado
De bordas irregulares e incertas.
Falta pouco para ruir,
Eu sei...
Vou, distraindo-me
Com os conselhos placebos
Consoladores no pensar geral.
Tento sorrir para mais um dia de mentiras.
Aplaudo o amanhecer borrado de lágrimas
Visto a carapaça rota e estou pronta.
Afinal,
O dia não se levanta se eu não ajudar.

11 comentários:

Paulo Francisco disse...

O dia não se levanta se eu não ajudar.


Adorei!
Um beijo grande

Rogério Pereira disse...

Ah, o cinismo dos dias
que se não levantam
sem que sejam ajudados

Por mim, caiam
Talvez tivéssemos outro Mundo
sem precisares de carapaça

(hoje também acordei mais ou menos assim. Amanhã passa...)

Carla Ceres disse...

Já levantei assim tantas vezes que perdi a conta, mas aprendi que vale a pena ser dura na queda. Força! E beijos!

Flor de Jasmim disse...

Tem aqu existir força interior e. é a essa força que vamos-nos agarrar.
Boa semana Gisa

Beijnho e uma flor

Fê-blue bird disse...

Vou, distraindo-me
Com os conselhos placebos
Consoladores no pensar geral.


Invejo-a amiga, por descrever de forma perfeita o que sinto tantas vezes.

Tens um dom raro.

beijinhos

ricardo alves disse...

ESTE É UM TEXTO DE PESO E PROFUNDO AMIGA...SINCEROS PARABÉNS!

Maria Alice Cerqueira disse...

Boa tarde Amiga, hoje eu vim agradecer o carinho de sua presença lá no meu cantinho!
Tenha uma linda semana coberta de muito carinho e Amor
Fique com Deus!
Abraço Amigo
Maria Alice

Corpo-Alma disse...

Bom trabalho Gisa, seu blog é otimo, conteudo de peso reflexivo e ao mesmo tempo suave. Parabéns!

Rô... disse...

oi Gisa,

então mãos a obra e vamos ajudar o dia,
esse e todos os outros...

beijinhos

Luís Coelho disse...

Tem de xistir força interior para continuar a sorrir e a viver secando as lágrimas e sorrindo ás contrariedades diárias.
Gostei de ler.

Hugo Nofx disse...

Identifico-me cada vez mais com a sua POESIA!!!
É certeira!
beijos