quinta-feira, 20 de outubro de 2011

EXCESSO

Não suporto esperar o tempo necessário,
Sou urgente e dramática.
Arranco os ponteiros do relógio
Para não ser denunciada na minha pressa.
Rasgo papéis recém escritos
Pelo desaforo de terem sido ultrapassados
Pelo grão de areia que cai da ampulheta.
Quero agora, hoje e sempre.
Mais, cada vez mais rápido.
Até, um dia sufocar,
Abismada,
No meu próprio excesso.

11 comentários:

AC disse...

Gisa,
Em vez de arrancares os ponteiros, proponho outra imagem: que te aliasses a eles e os cavalgasses.

Beijo :)

Richard Moisan disse...

C'est ce qui s'appelle vouloir croquer la vie à pleines dents!

Evanir disse...

Hoje minha visita é para anunciar
uma novo circulo de minha vida.
Continuarei com as homenagens
que é a razão do blog (A VIAGEM)
A imagem escolhida por mim no novo visual
tem tudo a ver com o futuro, não só do blog,
mas da surpresa que a qualquer
momento será anuciada no blog.
Hoje sou parte da vida de cada
pessoa amiga e tão amada por mim,
também sou membro do Clube dos Novos Autores.
Com muita alegria convido você a paricitipar com
todos nós do clube também.
Minha Viagem prossegue amando e acarinhando todas
minhas lindas amizades.

Deixando um pedido muito importante para mim.
Eu não estou deixando vocês ,
E sim, entrarei na casa de cada um de vocês.
Conto com o carinho de sempre em meu blog,

Esteja comigo como sempre estiveram
Deus estara com você e comigo.
Segure nas mãos de Deus e na minha e vamos nessa
Deus já abençoou.
Com carinho.
Evanir
20 de Outubro

Mª LUISA ARNAIZ disse...

Ese ritmo frenético es preludio de colapso. Me parece excitante.

ANTONIO CAMPILLO disse...

la prisa es dramática. Hacer correr el tiempo más de lo que ya lo hace puede ser temerario. Si se le obliga a pasar porque se disfrutará es una necesidad.

Un fuerte abrazo, Gisa.

Fê-blue bird disse...

Identifico-me com estes seus excessos.
Sou carneiro de signo portanto super impaciente :)
Um final dramático e intenso,fiquei arrebatada e gostei!

beijinhos

wcastanheira disse...

Guria, tu é boa mesmo naquilo q escreve, é intensa, é forte´muito bom ler cada texto teu, por isso é tão bom passear por aqui, pra ti guria bjos, bjos e bjossssssssssssssssss

Palavras disse...

Oi Gisa querida,

adorei porque apressadíssima que sou, me senti completamente dentro do contexto!

Bja e boa noite!

iglesiasoviedo disse...

Como dices en tu hermoso verso "Mais, cada vez mais rápido", es el signo de nuestras vidas, es lo que nos gustaría, lo que continuamente buscamos para conseguir aquello que en nuestro interior soñamos, anhelamos y así terminar en "No meu próprio excesso", en un autentico éxtasis.
Un gran beso.

Carla Ceres disse...

Gisa, você me escreveu! Esse poema sou eu. :) Beijos!

OceanoAzul.Sonhos disse...

És uma escritora urgente de se ler.

Muito bom como sempre!

bjs
oa.s