sábado, 15 de outubro de 2011

ORDENS

Quero tuas mãos em mim.
Teus olhos em mim.
Tua boca na minha.
Teu corpo no meu.
Não vou aceitar acordos que não contemplem essas cláusulas pétreas.
Assim foge,
Mas foge bem rápido para que eu não consiga te alcançar,
Vou vestir tua alma...

(Reedição)

12 comentários:

Evanir disse...

Hoje estou passando para desejar
um feliz final de semana.
Deixar um carinho meu como
sempre tento fazer sempre.
Em cada blog onde encontrei carinho
e amizade sincéra.
O amor por você nasce desse contato
simples que sempre tento passar .
Gosto de ver você no meu blog ,
mais sei que nem sempre é possivel.
Graças a Deus você tem uma infinidade de amizades.
Bjs,no coração e na alma.
Evanir.
Um feliz dia do professor
caso ñ for essa sua profissão
não importa um dia todos nos tivemos um.

Evandro L. Mezadri disse...

Muito bela e intensa sua poesia, escrita com a alma.
Grande abraço e sucesso!

Vinicius.C disse...

Muito bom!!

Espero que tenha um ótimo fim de semana!

Espero por você no Alma!

Rogério Pereira disse...

:-))

Nuvembranca disse...

Intenso. Parabéns.

Andradarte disse...

Eu também queria uma alma gémea.....
Beijo

Luna Sanchez disse...

Perigosa!

;)

ANTONIO CAMPILLO disse...

Como el granito delicado, duro pero frágil, exigente, sensual y constante.
Provocadora pero sumisa debajo del cuerpo amado.

Un fuerte abrazo, Gisa.

cidinha disse...

Olá, Amiga. Lindo poema, sensual intenso. Desejo um ótimo domingo pra vc! Grande abraço.

Julie disse...

Hummmm! órdenesson amores. Bello poema de amor. Me encanta.

Renata de Aragão Lopes disse...

Verdade:
temos todos nossas
cláusulas pétreas...

Um beijo,
Doce de Lira

Sérgio Pontes disse...

Tão giro, gostei bastante