quinta-feira, 27 de outubro de 2011

MALÍCIAS

Gosto da malícia das palavras,
Das 569 intenções,
Estrategicamente camufladas,
Nos arabescos da requintada caligrafia.
Gosto da malícia dos olhares vagos.
Aqueles que, em uma primeira análise,
São absolutamente casuais
E até um pouco resistentes,
Mas que vão queimando lentamente
Todas as superficies por onde passeiam
Imprimindo, a fogo, profundos sulcos
Molhados de prazer.
Gosto da malícia dos sorrisos
Aqueles meio entreabertos
Que deixam a boca úmida
E dão frio no estômago
Tirando totalmente o tino e o fôlego
Abrindo em explosão
As portas
Para os mais deliciosos devaneios.
Pronto! Confissão feita!
Será que tenho salvação?

15 comentários:

Dja disse...

Eu espero que sim
Porque só assim estarei salva também
rssss.

beijos querida que adorooooo

Silenciosamente ouvindo... disse...

Eu também gosto muito desse jogo de malícias...
Ah, confesso, até já tenho saudades deles...
Beijinho,amiga.
Irene

Andradarte disse...

Também me divirto com a malícia,...Adoro falar e ouvir 'brejeirices' ..Mesmo comentando, foge-me
por vezes para esse lado...Ainda bem que há que goste...
Pois que se salve...e eu salvo estarei...
Beijo

Flor de Jasmim disse...

Gisa
Desejo muito que sim salva ficas salva ficarei.

Ontem não consegui abrir teu blog, não sei o motivo.
Beijinho e uma flor

Dilmar Gomes disse...

Certamente que sim, amiga Gisa, tu serás salva pela Deusa da expressão. Bonito o teu poema, aliás, como sempre.
Um abração. Tenhas uma linda noite.

A.S. disse...

Gisa,

Belo e sensual... gostei!...:)

Beijos,
AL

Sonhadora disse...

Minha querida

E queres ser salva? ou queres entregar-te nas asas do amor, eu parece-me que é a segunda hipotese.

Deixo um beijinho com carinho
Sonhadora

Rogério Pereira disse...

Tiras-me
do recato
Tiras-me
da reflexão
Tiras-me
do lugar pacato
Pensando
estar eu em solidão

Não há lugar solitário
para quem tem Uma Alma e Seu Contrário...

A propósito de
Malicias
Dão-se alvissaras
a quem, menos exuberante
e com menos ostentação
se interrogue, também,
depois de confissão
se tem, ou não,
salvação...

Não respondo.
A confissão é, tal como um beijo,
Um acto íntimo. Ponto.

Richard Moisan disse...

Oh oui, Gisa, tu peux être pardonnée d'être malicieuse. Dans certaines circonstances, la malice est une grande qualité.
Bisous.

iglesiasoviedo disse...

Me encanta hablar, escuchar dialogar con mala intención. Me gustan las insinuaciones, los mal entendidos intencionados, los diálogos ambiguos pero inteligentes, todo esto como juego dialectico inteligente y divertido.
Un gran beso querida.

Humberto Dib disse...

A malícia sempre me chama a atenção, não digo a maldade, porque para falar com malícia a pessoa deve ser inteligente.
Um grande beijo.
HD

Carla Ceres disse...

Não tem, não, Gisa. E isso é ótimo. rsrsrs Beijos, querida, e obrigada por ler e comentar meu texto. :)

VeraBruxa disse...

Passo prá dizer olá e divulgar trabalho da minha nora: www.buchholz.com.br
Quero perder o tino e sentir aquele frio no estômago!!!
Abração.

Vênus, Vanessa. disse...

Será que temos?
Bonita maneira de escrever essas boas malícias, moça.

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Gisa, fique tranquila. Está salva. Se for condenada, sua pena nos arrastará juntos. Que atire a primeira pedra que não compactuar com esses puros e maliciosos sentimentos.
Beijoca carinhosa.
Manoel.